A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Junho de 2017

14/09/2013 14:29

Pecuarista é multado em R$ 230 mil por criar gado em área de preservação

Bruno Chaves
Área de preservação foi desmatada para virar pasto (Foto: Divulgação/PMA)Área de preservação foi desmatada para virar pasto (Foto: Divulgação/PMA)

Um pecuarista de Naviraí – a 366 quilômetros de Campo Grande – foi multado em R$ 230 mil pela PMA (Polícia Militar Ambiental) por criar gado dentro de matas ciliares do Rio Amambai, que é área protegida por lei.

Os policiais realizavam fiscalização fluvial quando verificaram a presença de várias cabeças de gado dentro da área de preservação permanente. Segundo a polícia, parte da mata ciliar estava derrubada para que os animais tivessem acesso ao rio, o que é proibido.

O pecuarista foi autuado administrativamente e multado em R$ 230 mil. A multa foi confeccionada conforme a quantidade de hectares em que o gado tinha acesso ao rio. Ele foi notificado para retirar o gado da área protegida e a recuperar as matas ciliares derrubadas.

O fazendeiro também responderá por crime ambiental de destruir área de preservação permanente – APP. Ele poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

Policiais de Naviraí, Batayporã, Bataguassu e Mundo Novo participaram da operação, intitulada “Fronteira”, que resultou na identificação e multa do fazendeiro.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions