ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  17    CAMPO GRANDE 35º

Interior

Pedreiro é executado a tiros ao chegar para trabalhar em construção

Homem de 43 anos era presidiário do regime semiaberto e tinha sido condenado por furto e tentativa de estupro

Por Helio de Freitas, de Dourados | 18/01/2017 07:43
Pedreiro foi morto nesta manhã em Dourados (Foto: Sidnei Bronka/94 FM)
Pedreiro foi morto nesta manhã em Dourados (Foto: Sidnei Bronka/94 FM)
Roberto era presidiário do regime semiaberto (Foto: Divulgação)
Roberto era presidiário do regime semiaberto (Foto: Divulgação)

O pedreiro Roberto Carlos Leite Beltrão, 43, foi executado a tiros na manhã de hoje (18) em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Ele foi morto minutos depois de chegar à construção onde trabalhava, na Rua Antonio Emílio de Figueiredo entre Albino Torraca e Melvin Jones, no Centro.

Roberto era presidiário do regime semiaberto e cumpria pena por furtos e tentativa de estupro. Ele passava a noite no presídio e trabalhava durante o dia.

De acordo com testemunhas, o pedreiro chegou à obra por volta de 6h30 e logo em seguida foram ouvidos vários tiros. Vinte minutos depois os outros trabalhadores chegaram à construção e encontraram Roberto caído nos fundos.

O Samu (Serviço Móvel de Urgência) chegou a ser acionado, mas quando a equipe de socorro chegou Roberto já estava morto. De acordo com os primeiros levantamentos feitos por policiais militares, o pedreiro levou tiros no pescoço e no rosto. (Colaborou Sidnei Bronka)

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário