ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUINTA  18    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Perícia encontra sangue de mulher assassinada em carro lavado por mecânico

Resultado também foi positivo na oficina onde o casal foi visto junto pela última vez

Ana Oshiro | 12/08/2021 09:37
Peritos encontraram sangue no porta-malas do carro de acusado. (Foto: Divulgação)
Peritos encontraram sangue no porta-malas do carro de acusado. (Foto: Divulgação)

José Edilson Ramo da Silva, auxiliar de mecânico, de 34 anos, acusado de matar a esposa Elisiane da Silva Alves, de 40 anos, tentou apagar as provas do assassinato lavando o local do crime e o carro usado para transportar o corpo da vítima,

A Polícia Civil realizou perícia nos dois locais na noite desta quarta-feira (11), de acordo com o delegado responsável pela investigação, Felipe Potter, os peritos ficaram até 23h30 trabalhando.

Os vestígios de sangue foram encontrados com ajuda do luminol, o resultado deu positivo para o porta-malas do veículo e também para a oficina onde José trabalhava e onde o casal foi visto pela última vez, no dia 1º de agosto, noite do crime.

Sangue foi colhido e passará por exames de DNA. (Foto: Divulgação)
Sangue foi colhido e passará por exames de DNA. (Foto: Divulgação)

"Apesar dos dois locais terem sido lavados, o luminol revelou a presença de sangue, que foi colhido pelos peritos e agora, passará por exame de DNA, para confirmar se é mesmo de Elisiane", disse o delegado ao Campo Grande News.

Quando foi preso, no dia 5 de agosto, o acusado ainda tentou incriminar outra pessoa, conhecida como "baianinho", dizendo que ele matou Elisiane perto de um bar. A perícia também realizou testes nesse local, mas o resultado foi negativo para presença de sangue.

Crime - Elisiane estava desaparecida desde o dia 1º de agosto, o registro de desaparecimento foi feito por amigas da vítima, que já haviam apontado José Edilson como suspeito pelo sumiço de Elisiane.

José confessou o crime para a família, mas para a polícia, negou que tenha matado a esposa. O corpo da vítima foi encontrado em uma vala de lavoura, o marido confessou que enterrou a esposa.

Elisiane tinha 40 anos e foi morta pelo companheiro. (Foto: Redes Sociais)
Elisiane tinha 40 anos e foi morta pelo companheiro. (Foto: Redes Sociais)


Nos siga no Google Notícias