ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Pintor foi morto em disputa de facções por território, diz polícia

Fernando dos Santos Toro foi executado a tiros dentro de casa no dia 11 de abril deste ano

Por Ana Paula Chuva | 24/04/2024 17:19
Fernando dos Santos Toro foi executado com dois tiros dentro de casa (Foto: Reprodução | Redes Sociais)
Fernando dos Santos Toro foi executado com dois tiros dentro de casa (Foto: Reprodução | Redes Sociais)

O pintor Fernando dos Santos Toro, 44 anos, conhecido como “Thunai”, foi executado em uma disputa territorial de facções criminosas, segundo a Polícia Civil. Rapaz de 25 anos, que não teve o nome divulgado, foi preso pelo crime e encaminhado para a PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

Conforme divulgado pela Polícia Civil nesta quarta-feira (24), durante as investigações ficou claro que a execução de Fernando foi por conta da disputa territorial entre facções criminosas rivais e uma suposta dívida antiga relacionada ao tráfico de drogas entre o autor e a vítima.

Em depoimento, o autor negou os fatos e disse não conhecer a vítima. No entanto, a versão foi desmentida durante o inquérito policial. Ele foi preso e encaminhado para a penitenciária de Dourados.

Caso – Fernando foi executado com dois tiros enquanto estava sentado no sofá de sua casa na Rua Prefeito Theofanes, Bairro Vila de Fátima, em Rio Brilhante, cidade a 161 quilômetros de Campo Grande. Conforme divulgado pelo portal Rio Brilhante em Tempo Real, o pintor foi surpreendido por um homem armado, que disparou contra seu rosto.

Um dos tiros atingiu a altura do olho e outro, a parte de trás da cabeça. Outro morador do imóvel estava no local do crime, mas não se feriu. A PM (Polícia Militar) foi acionada por vizinhos que ouviram os barulhos dos disparos. Quando a guarnição chegou, Fernando não apresentava mais sinais vitais.

A Polícia Civil e a Perícia Criminal de Dourados estiveram no local. O corpo foi recolhido e encaminhado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias