A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Março de 2017

27/11/2013 14:18

Polícia apura evolução patrimonial sob suspeita de seis servidores

Vinícius Squinelo

A Polícia Civil cumpriu seis mandados de busca e apreensão nas cidades de Guia Lopes da Laguna e Dois Irmãos do Buriti, nas residências de funcionários públicos municipais e familiares. Na mira da Operação PC 27 – II estão servidores públicos suspeitos de desvio de verbas da assistência social e administração.

As investigações tiveram início com a chegada de denúncias na DECO (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado), que ainda prefere não divulgar o nome dos investigados. Eles estariam realizando fraude à licitação e lavagem de dinheiro.

“Estamos investigando, em especial o confronto da renda deles e os fatos, que mostram uma evolução patrimonial muito grande”, afirmou o delegado João Davanço, titular da DECO. Segundo ele, alguns dos investigados possuíam diversos carros e imóveis, não compatíveis com a renda mensal.

Ainda segundo Davanço, o foco das investigações não as secretarias de Assistência Social e Administração da Prefeitura de Guia Lopes da Laguna, cidade distante 227 km de Campo Grande.

Durante a operação, que teve início às 9h, foram apreendidos diversos documentos na casa dos seis investigados, em especial a papelada referente aos bens deles. Agora, segundo Davanço, a Polícia tem informações para dar sequência nas investigações.

A operação contou com apoio da Polícia Civil de Jardim e Guia Lopes da Laguna. “Estivemos ajudando em Guia Lopes, e em Dois Irmãos foi somente policiais do DECO”, comentou Valdemiro Mendes Arguilhera, delegado regional de Jardim.

Investigações – Consta nas investigações que funcionários públicos da prefeitura estariam apresentando evolução patrimonial incompatível com a função desempenhada, ocultando e dissimulando os valores desviados da prefeitura, tendo adquirido diversos bens imóveis como terrenos, casas e propriedade rurais e veículos, além de estarem investindo em gado em nome de terceiros.

Estão sendo investigadas várias licitações e contratos administrativos celebrados pela Prefeitura de Guia Lopes e terceiros, por suspeitas de Fraude à Licitação, bem como alguns dos investigados apresentaram antecedentes por Peculato, Improbidade Administrativa e Fraude à Licitação, e também foram penalizados pelo Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul.

Após o cumprimento das buscas, os investigados foram encaminhados para Delegacia de Polícia local, onde prestaram esclarecimentos sobre os fatos em apuração perante à DECO, que não divulgou o que foi tratado.

Homem de 74 anos é morto a tiro em frente de casa por causa de fofoca
Jucelino Antônio Pereira, 74 anos, foi morto com um tiro no ombro, no distrito do Alto Santana, em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grand...
Por rixa antiga, adolescentes matam jovem de 18 anos a facadas
Uma briga acabou em morte na noite de ontem em uma lanchonete de Juti, município a 320 quilômetros de Campo Grande. Willian Santiago Perrengue, de 18...



Por que não está operação também em Campo Grande - MS.
 
FRANCISCO JOSÉ VIDAL em 28/11/2013 09:13:53
Que vergonha para Guia Lopes da Laguna,por isso que a cidade está cada vez mais acabada e sem desenvolvimento. Fiquei revoltado em ler essa reportagem e saber que têm gente se dando bem fazendo parte da corrupção com o dinheiro público da população.Guia
Lopes da Laguna era para ser uma cidade bem desenvolvida,mas todos querem puxar para seu bolso e a cidade está cada vez mais sumindo do "mapa", infelizmente a verdade têm que ser dita.Confio na Justiça que irá punir os culpados,fazendo os mesmos devolverem aos cofres público tudo que roubaram da população.
 
Lucimar dos Reis em 28/11/2013 08:15:10
belo trabalho DECO Mas,se fazer este trabalho a serio no BRASIL, e em todos os Estados e Municipios,, fica poucos pessoas fora de uma cela, tem começar lá em cima, em BRASILIA
 
renato cesar firmino em 28/11/2013 07:15:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions