ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 28º

Interior

Polícia identifica suspeito de ter executado dona de restaurante em residência

O homem já teve a prisão decretada e é considerado foragido

Por Adriano Fernandes | 13/07/2020 21:10
Corpo da empresária sendo retirada da residência. (Foto: Diário Corumbaense)
Corpo da empresária sendo retirada da residência. (Foto: Diário Corumbaense)

A Polícia Civil já identificou um possível suspeito de ter executado a empresária Liane Aparecida de Arruda, de 51 anos, encontrada morta neste domingo (12) em Corumbá, cidade a 419 quilômetros de Campo Grande.

Conforme o portal Diário Corumbaense, o homem já teve a prisão decretada e é considerado foragido. A identificação do homem não foi divulgada e a possível participação de outras pessoas no crime, também é investigada.

O crime é tratado inicialmente como latrocínio, roubo seguido de morte. As equipes estão nas ruas em busca do criminoso.

Execução 

Liana foi encontrada na manhã do último domingo (12) no quarto de sua residência, amordaçada e com várias perfurações pelo corpo, oito delas no pescoço. A casa estava revirada e o cofre de segurança estava aberto.

O carro da mulher, um Fox preto, só foi encontrado abandonado no final da rua América, na região da pista do Aeroporto Internacional de Corumbá, no bairro Aeroporto. No veiculo, foram encontradas garrafas de cerveja, o CPU que armazenava imagens de câmaras de segurança do restaurante da vítima e um "pó branco", que pode ser cocaína. Liane era proprietária de um restaurante na região central de Corumbá.