ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  11    CAMPO GRANDE 18º

Interior

Polícia ouve testemunhas para identificar assassino de mulher encontrada em mata

O corpo da vítima, identificada como Patrícia Rondon do Amaral, conhecida como "Ticha", apresentava indícios de estupro

Por Geisy Garnes | 01/07/2020 16:32
Caso foi registrado na 1ª Delegacia da cidade (Foto: Anderson Gallo/Arquivo Diário Corumbaense)
Caso foi registrado na 1ª Delegacia da cidade (Foto: Anderson Gallo/Arquivo Diário Corumbaense)

A Polícia Civil de Corumbá ouve testemunhas que possam auxiliar na identificação do responsável pela morte da mulher encontrada em meio ao matagal de uma região afastada da cidade, na noite desta terça-feira (30). O corpo da vítima, identificada como Patrícia Rondon do Amaral, conhecida como "Ticha", apresentava indícios de estupro.

O caso é apurado na 1ª Delegacia de Polícia Civil da cidade. Nesta tarde, a delegada Tatiana Zyngier e Silva, responsável pelas investigações, ouve possíveis testemunhas do crime. Detalhes não foram divulgados.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, por volta das 19h38 testemunhas viram um homem puxar a mulher para dentro do matagal e acionaram o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar. Quando chegaram ao local, os militares ainda viram o momento em que o suspeito correu em direção à mata fechada.

Eles entraram na mata, próxima à avenida que liga as cidades de Corumbá e Ladário, e encontraram Patrícia caída no chão com lesões na cabeça, já sem vida. A mulher estava sem roupas na parte de baixo, o que para a polícia pode indicar que ela foi vítima de estupro.

Próximo ao corpo foram localizados dois capacetes e uma moto Factor, de cor roxa, sem as chaves. Conforme o site Diário Corumbaense, o veículo está no nome de outra mulher.

Conforme apurado pela reportagem, Patrícia já foi presa por participar de um furto na cidade de Ladário. Em junho do ano passado ela foi condenada pelo crime. A pena de reclusão, de dois anos e nove meses, foi substituída pelo juiz por prestação de serviços à comunidade ou a entidade pública pelo mesmo período de tempo.