ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  06    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Prefeita libera drive-thru em conveniências, mas mantém academias fechadas

Após protesto , Délia Razuk alterou decreto que vigora de amanhã até dia 19

Por Helio de Freitas, de Dourados | 09/07/2020 13:27
Protesto hoje no Centro Administrativo Municipal, sede da Prefeitura de Dourados (Foto: Adilson Domingos)
Protesto hoje no Centro Administrativo Municipal, sede da Prefeitura de Dourados (Foto: Adilson Domingos)

Além de delivery, as conveniências poderão vender pelo sistema drive-thru em Dourados, a 233 km de Campo Grande. A medida foi tomada pela prefeita Délia Razuk (PTB) após protesto na manhã desta sexta-feira (9) na prefeitura.

Representantes desses estabelecimentos e de academias de ginástica foram até o CAM (Centro Administrativo Municipal) para protestar contra o decreto que fecha academias, estúdios, conveniências, bares e tabacarias de amanhã até o dia 19 deste mês, para conter a proliferação do novo coronavírus.

Após o assessor do gabinete Alexandre Mantovani se reunir com quatro representantes dos manifestantes, a prefeitura alterou o decreto publicado ontem e incluiu o parágrafo único: “os serviços de conveniências e bares poderão atender somente por entrega em domicílio (delivery), ou retirada expressa sem desembarque (drive-thru)”.

Para os demais setores, no entanto, não haverá mudança. Tabacarias, academias de ginástica, estúdios e similares ficarão proibidos de funcionar por dez dias a partir de amanhã. Segundo a prefeitura, a medida é para aumentar o isolamento social e impedir aumento dos casos positivos da doença, que hoje chegaram a 3.220, com 40 mortes.

Os comerciantes que protestaram hoje na prefeitura afirmam que a prefeitura "fecha os olhos" para estabelecimentos com grande aglomeração, como atacadistas e supermercados, e para os frigoríficos, onde mil casos foram confirmados em junho.