A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

10/08/2017 10:10

Prefeitura destrói casas de famílias para desocupar área pública

Priscilla Peres e Helio de Freitas, de Dourados
Policiais auxiliam na retomada da área. (Foto: Helio de Freitas)Policiais auxiliam na retomada da área. (Foto: Helio de Freitas)

A prefeitura de Dourados - distante 233 km de Campo Grande, faz neste momento a desocupação de uma área pública onde moram três famílias irregularmente. Com oficial de Justiça, muitos policiais e um trator, as equipes tentam retirar os moradores e destruir as casas da área.

As famílias alegam que moram na área localizada na Vila Erondina há pelo menos 30 anos, e que há um mês foram notificadas pela prefeitura, que avisou que eles teriam que sair para que seja feita a construção de um Ceinf (Centros de Educação Infantil) no local.

De acordo com a moradora Jessica Pereira, 26 anos, a prefeitura tentou encontrar casa para uma das famílias mudar para a Vila Cachoeirinha, mas a residência encontrada tinha dono e ela teria se recusado a se mudar. Jessica afirma que esses foram os únicos contatos com a prefeitura até essa manhã (10), quando as equipes chegaram para fazer a retomada da área.

Ela conta que tem dois filhos pequenos e mora com os pais, que compraram a casa de outra pessoa e que o terreno foi dados a eles prefeito Braz Melo atual vereador. É tenso o clima no local, uma das moradoras passou mal e precisou de atendimento do Samu.

Ao menos oito viaturas da Guarda Municipal e Polícia Militar estão no local, enquanto as casas são derrubadas. Os moradores afirmam quem não tem para onde ir e, sem as casas de madeira, vão morar na rua.

O município entrou com ação de reintegração de posse no dia 4 de julho e o juiz da 6ª Vara Civil, José Domingues Filho deu a ordem de despejo no dia 13 de julho. Um funcionário da área de Habitação da prefeitura, que preferiu não se identificar, disse que os moradores foram notificados de forma extrajudicial, mas o prazo de saída não foi cumprido e por isso o pedido de reintegração foi feito.

Ainda de acordo com ele, o recurso para a contrução de um Ceinf naquela área teria sido liberado para a prefeitura este ano e, por isso a necessidade da desocupação, já que o município pode perder o recurso caso não o utilize.

Trator usado para destruir as casas de madeira. (Foto: Helio de Freitas)Trator usado para destruir as casas de madeira. (Foto: Helio de Freitas)
Filha que encontrou idoso morto é a principal suspeita de cometer o crime
O Campo Grande News noticiou há dois dias que o idoso Adão Luis de Souza Xavier, 61, foi encontrado morto pela filha e pelo genro, em frente ao barra...
Homem é morto com quatro tiros por dupla em motocicleta
Homem de 51 anos foi assassinado com pelo menos quatro tiros, na noite desta terça-feira (19), por volta das 19h30, em frente a sua residência, local...
Analista do TJMS é denunciada por esquema de falsificação de documentos
Seis pessoas incluindo uma analista jurídica da 4ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul foram denunciados pelo MPF (Ministério Púb...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions