A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/11/2015 09:54

Preso por tráfico, homem de 84 anos diz que aposentadoria é pouca

Espedito Dionizio Jesus foi flagrado por policiais militares com papelotes de cocaína no Jardim Itália, periferia de Dourados

Helio de Freitas, de Dourados
Espedito foi preso pela PM e disse que vende droga porque dinheiro da aposentadoria é pouco (Foto: Sidney Bronka/94 FM)Espedito foi preso pela PM e disse que vende droga porque dinheiro da aposentadoria é pouco (Foto: Sidney Bronka/94 FM)

Chamado de “vovô do tráfico”, Espedito Dionizio Jesus, 84, foi preso nesta terça-feira (3) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, acusado de vender cocaína na periferia da cidade. Ele foi flagrado por policiais militares com papelotes da droga em um bairro da periferia e para justificar o crime disse que o dinheiro da aposentadoria é pouco, por isso recorreu ao tráfico.

O aposentado, conhecido nos meios policiais como “Velinho do Rádio”, foi preso no Jardim Itália, um dos bairros mais tradicionais de Dourados, após a Polícia Militar receber uma denúncia de que uma pessoa estaria vendendo droga nas proximidades de um bar na Rua Porto Alegre. Com ele os PMs encontraram dois papelotes de cocaína.

Os policiais foram até a quitinete onde Espedito mora e encontraram mais 62 pequenos pacotes da droga em um frasco de vidro. Ele foi levado para a Polícia Civil e autuado em flagrante por tráfico.

Antecedentes – Espedito Jesus já tinha sido preso e condenado por tráfico de drogas no ano passado. Ele respondeu ao processo junto com o garçom Jerry Ernesto Binitez, 44, que foi condenado a quatro anos e quatro meses de reclusão.

O aposentado pegou cinco aos e dois meses, cumpriu parte da pena em regime fechado, mas depois saiu em liberdade condicional. Em 2013 ele já tinha sido preso por receptação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions