ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  26    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Presos cavam buraco, escalam muro e conseguem fugir em Paranaíba

Por Ana Paula Carvalho | 12/02/2012 10:39

Eles utilizaram uma corda para escalar o muro, de aproximadamente seis metros, do estabelecimento penal

Cinco detentos do Estabelecimento Penal de Paranaíba conseguiram fugir na noite de ontem. Eles cavaram um buraco na cela, por onde passaram e depois escalaram o muro utilizando uma corda.

De acordo com o diretor do Presídio, José Carlos Marques, que registrou o boletim de ocorrência, por volta das 2h20, três policiais que faziam guarda na “muralha” viram a corda com um gancho na ponta sobre o muro e avisaram os agentes penitenciários.

Após conferência dos presos, agentes e policiais perceberam que cinco presos da cela 11, no pavilhão II, não estavam. Eles cavaram um buraco no piso até a área externa do pavilhão. Outro detento que estava na mesma cela não quis fugir.

Os presos conseguiram ultrapassar o alambrado de proteção e escalaram o muro, de aproximadamente seis metros, utilizando a corda.

Questionado pelos policiais civis, o agente penitenciário que estava de plantão, disse não ter percebido a movimentação.

Os internos que fugiram do estabelecimento penal são: Edu Ribeiro de Oliveira, de 21 anos, Gilberto Francisco Nunes, 22 anos, Valdinei Luiz Rosa Silva, de 26 anos, Roberval Silva Ferreira, 31 anos, e Gilvan de Jesus, de 38 anos.

Outra fuga - Em Cassilândia, município distante 418 quilômetros da Capital, outro preso fugiu.

De acordo com o registro policial, por volta das 16h15 de ontem, Lorivaldo João Ferreira, de 30 anos, pediu para buscar baldes de água para tomar banho, porque havia acabado a água.

Quando estava voltando com a água, o interno do presídio semi-aberto colocou os baldes no chão e pulou o muro.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário