A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

30/11/2018 13:28

Presos na fronteira os quatro latrocidas que mataram rapaz com 25 facadas

Os quatro suspeitos foram presos hoje em Porã; inicialmente polícia descartou latrocínio, mas delegado confirma que bandidos mataram Weslley para roubar Palio

Helio de Freitas, de Dourados
Quatro acusados foram presos nesta manhã por agente do SIG de Dourados (Foto: Divulgação)Quatro acusados foram presos nesta manhã por agente do SIG de Dourados (Foto: Divulgação)

Weslley Gonçalves da Silva, o “Leello”, morto com 25 facadas nesta semana em Dourados, a 233 km de Campo Grade, foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte). Quatro acusados pelo crime estão presos.

Ao Campo Grande News, o delegado Rodolfo Daltro, chefe do SIG (Serviço de Investigações Gerais), disse que os bandidos foram presos na manhã desta sexta-feira (30) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. Agentes de Dourados foram até a cidade da fronteira para prender os suspeitos.

Inicialmente a polícia não tratava o caso como latrocínio, já que o carro de Weslley, um Fiat Palio, era de baixo valor. Entretanto, o delegado afirmou que o rapaz foi morto durante um assalto. O carro foi levado para o Paraguai.

Os quatro bandidos estão sendo trazidos para Dourados. Ainda nesta sexta a polícia deve divulgar mais informações sobre o caso.

O corpo de Weslley foi encontrado na manhã de quarta-feira (28), na Rua Natal, na Vila Industrial, região leste de Dourados. Ele foi morto com vários golpes de faca e jogado em um matagal em frente à Fraternidade Toca de Assis, instituição ligada à igreja católica que atende pessoas com problemas mentais.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions