A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

04/04/2012 22:34

Professores rejeitam proposta e prometem greve em Dourados

Nyelder Rodrigues

Profissionais da educação municipal de Dourados não aceitaram os valores de reajustes propostos pelo prefeito da cidade, Murilo Zauith (DEM), e vão entrar em greve geral no próximo dia 10, por tempo indeterminado.

Os professores rejeitaram por unanimidade a contraproposta da prefeitura, no valor de R$ 1,451 para 40 horas, mais a subtração dos valores correspondentes ao Adicional de Incentivo ao Magistério da Gratificação de 8% trazida pela Lei LC 183/2011. O reajuste seria de 20%, sendo 8% em abril, 6% em setembro e 6% em dezembro.

A decisão da Assembleia em rejeitar o acordo foi também influenciada pelo índice abaixo do que lutam os educadores. As não inclusões dos servidores administrativos nas propostas também influenciaram na decisão.

Prefeitura – o secretário de Educação de Dourados, Walteir Betoni, diz estranhar o protesto. De acordo com ele, a proposta encaminhada pela prefeitura foi amplamente discutida com os representantes do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) e aprovada por integrantes da diretoria.

“Estranhamos essa manifestação menos de 24h depois de fecharmos um acordo com o sindicato da categoria. Durante a reunião de ontem, aceitamos a proposta do sindicato quanto ao piso nacional e várias outras reivindicações. Não compreendemos o que aconteceu de ontem para hoje”, declarou o secretário.

Convocação - o Simted convocou uma Assembleia para essa terça-feira (5), às 14h, na sede do sindicato, para discutir o assunto com os profissionais da educação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions