A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/07/2016 15:49

Professores voltam a protestar e férias começam com greve na rede municipal

Helio de Freitas, de Dourados
Professores de Dourados durante protesto na Marcelino Pires (Foto: Divulgação)Professores de Dourados durante protesto na Marcelino Pires (Foto: Divulgação)

Professores e servidores administrativos da rede municipal de ensino, em greve há quase duas semanas, voltaram a protestar na tarde desta quarta-feira (6) em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Eles fizeram passeata nas avenidas Marcelino Pires, Joaquim Teixeira Alves e Hayel Bon Faker e um ato na Praça Antonio João, em protesto contra a prefeitura.

Os educadores cobram a implantação do piso nacional do magistério para 20 horas semanais de trabalho e reposição do salário dos administrativos, o que não ocorre há dois anos. O Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) afirma que a prefeitura tinha assumido compromisso de atender as reivindicações.

De acordo com o balanço divulgado pela entidade, das 45 escolas do município, 22 estão com as aulas totalmente paralisadas, sendo três da reserva indígena. Entre os servidores dos centros de educação infantil a greve é parcial. A educação de Dourados tem 28 mil alunos e pelo menos quatro mil servidores concursados.

As escolas e centros infantis têm aula até amanhã. Na sexta-feira (8) começam as férias de julho e o ano letivo só será retomado no final do mês. O Simted afirma que a greve vai continuar.

A Secretaria de Educação de Dourados decidiu só iniciar as negociações com os educadores após o fim da greve. A medida foi determinada pelo prefeito Murilo Zauith (PSB). Para ele, a paralisação é prejudicial aos estudantes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions