A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

29/06/2016 10:33

Quatro são presos após estelionatário famoso usar nome de deputado

Walfrido Gonzales Filho, que está preso na Capital, se passou pelo deputado Felipe Orro para aplicar golpe na Capital e ainda ligou para o DOF falando que era desembargador, para tentar liberar quadrilha

Helio de Freitas, de Dourados
Walfrido Gonzales Filho está preso em Campo Grande (Foto: Arquivo)Walfrido Gonzales Filho está preso em Campo Grande (Foto: Arquivo)

Um dos maiores estelionatários do país e conhecido nacionalmente por se passar por médico e até por padre para aplicar golpes, Walfrido Gonzales Filho, 37, voltou a agir. De uma cela da penitenciária da Capital, onde cumpre pena, ele se passou pelo deputado estadual Felipe Orro (PSDB) e deu golpe em uma moradora de Campo Grande.

A caminhonete da vítima, uma Toyota Hilux, foi interceptada ontem à noite pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, quando era levada para o Paraguai. Quatro pessoas foram presas, entre elas a mulher de Walfrido.

Após a prisão da quadrilha, Walfrido ainda tentou por várias vezes liberar a caminhonete. Ele ligou para a sede do DOF em Dourados se identificando como desembargador, depois como deputado, advogado e até como filho da dona da Hilux, mas não teve êxito.

Prisão da quadrilha – De acordo com o DOF, na noite de ontem, policiais abordaram na rodovia MS-164, na região de Ponta Porã, a Toyota Hilux prata com placa de Campo Grande, conduzida por Lucélio Perez Borges, 26, que viajava acompanhado de Josiane Mariano da Silva, 23, Maria Lucia Perez Borges, 31 e Lorrayne Lima de Oliveira, 18, todos moradores na Capital.

Os policiais suspeitaram dos ocupantes e fizeram a checagem individual de cada um em busca de antecedentes criminais e também levantaram informações sobre a caminhonete.

A equipe descobriu que a Hilux estava envolvida em uma ocorrência de estelionato praticado em Campo Grande no dia 24 deste mês e registrada na Delegacia Central. Os policiais entraram em contato com a vítima e confirmaram o estelionato.

Usou a babá – Segundo o DOF, Lorrayne, que trabalha como babá para Maria Lucia, recebeu R$ 2 mil da patroa para transferir a caminhonete para seu nome.

Maria Lucia, com apoio de Lucélio e Josiane, se deslocou de Campo Grande para Dourados, onde venderia o veículo por R$ 60mil em uma garagem, mas o negócio não deu certo.

Após contar várias versões sobre a compra da caminhonete, Maria Lucia confessou que é mulher de Walfrido Gonzales Filho, conhecido em todo o país por aplicar golpes que deram prejuízos de mais de R$ 1 milhão em suas vítimas.

Walfrido teve inclusive sua história de crimes contada em uma reportagem do “Fantástico” da TV Globo, em que explicou como agia se passando por médico para extorquir a família de pacientes internados em hospitais e até por padre.

Ele tem pelo menos 70 passagens pela polícia em Mato Grosso do Sul. Por um tempo ficou preso em Dourados e no ano passado voltou para o presídio da Capital.

Maria Lucia confessou que Walfrido era o mentor do crime e que ele tinha se passado pelo deputado Felipe Orro para negociar a compra da caminhonete por telefone.

Maria Lucia fez o test drive no veículo e levou a Hilux para fazer a vistoria, para transferência. Se passando pelo deputado, Walfrido pediu para a proprietária agilizar a entrega da caminhonete, porque Maria Lucia precisava fazer uma viagem. Acreditando estar negociando com o deputado, a dona da Hilux fez a transferência.

Como não conseguiu mais entrar em contato com o suposto deputado, a vítima registrou o boletim de ocorrência por estelionato na Depac central de Campo Grande.

As quatro pessoas que estavam com a caminhonete foram levadas para a Polícia Civil em Ponta Porã e autuadas em flagrante por estelionato. Walfrido também será indiciado por mais este crime.

As quatro pessoas presas pelo DOF tentando levar Hilux para o Paraguai (Foto: Divulgação)As quatro pessoas presas pelo DOF tentando levar Hilux para o Paraguai (Foto: Divulgação)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions