ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 10º

Interior

Rio Verde adota medidas para conter visita; Bonito mantém regras

Cidades com balneários não tiveram aumento no fluxo de turistas até o momento

Por Gabriela Couto | 21/03/2021 18:38
Balneário Sete Quedas do Didi, em Rio Verde de Mato Grosso, só está recebendo turistas para camping e hospedagem (Foto Divulgação) 
Balneário Sete Quedas do Didi, em Rio Verde de Mato Grosso, só está recebendo turistas para camping e hospedagem (Foto Divulgação)

Com o decreto de semana restritiva de atividades na Capital, muitos gestores de cidades com balneários não sentiram a diferença nos primeiros dias após o anúncio do feriadão para trabalhadores de alguns serviços de Campo Grande.

Em Rio Verde de Mato Grosso, município a 207 quilômetros da Capital, a Prefeitura publicou um decreto no sábado (20) que começou a ser válido neste domingo (21) para cerca dos 10 balneários que a cidade possui no seu entorno. A medida segue até o dia 29 de março, com base nos dados do Programa Prosseguir.

Ficou proibida a entrada de pessoas para o chamado day use, quando o visitante aproveita apenas o local durante o dia. “Agora só pode ficar nos balneários quem for fazer camping e se hospedar. A gente já estava trabalhando com as normas de biossegurança e lotação máxima de 30% da capacidade total. Mas mesmo assim não está tendo movimento”, explica o assessor de turismo do município, Andres Cláudio de Souza.

A preocupação, segundo ele, são de pessoas de fora do município que ficam circulando na cidade e depois vão ao balneário aglomerar.  O assessor não acredita que campo-grandenses devam comparecer em Rio Verde do Mato Grosso nos próximos dias.

“O momento agora é outro. Hoje todo mundo está consciente da atual situação do sistema de saúde. Fora que outras cidades turísticas vão abrir também. Além disso, o preço do combustível está alto e está todo mundo com a corda no pescoço”, completou.

Bonito ficará aberto com o cumprimento das regras de biossegurança, toque de recolher e fiscalização rigorosa (Foto Divulgação) 
Bonito ficará aberto com o cumprimento das regras de biossegurança, toque de recolher e fiscalização rigorosa (Foto Divulgação)

Em Bonito, município a 257 quilômetros de Campo Grande, as regras de biossegurança serão mantidas nos próximos dias. A cidade  segue aberta ao turismo, tomando as devidas medidas de prevenção à covid-19. Além dos 7 protocolos de biossegurança implantados no município, a Prefeitura também investiu pesado em fiscalização nas duas entradas municipais. O decreto do toque de recolher estadual também está sendo cumprido.

Segundo o presidente do IDB (Instituto de Desenvolvimento de Bonito), Augusto Mariano, até o momento não houve aumento de procura de hospedagem e passeios. "As pessoas estão com medo de pegar a doença. Fora isso está difícil a situação financeira para fazer uma viagem sem ter sido planejada e a gasolina do jeito que está fica inviável", elencou.

Ele acredita que não haverá tanto turista campo-grandense aproveitando o feriadão da próxima semana. "Não acreditamos que vai ter esse boom essa semana. E se vir para cá tem que ficar sabendo, fiscalização e medidos de biossegurança estão rigorosas."

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário