A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/03/2016 17:08

Sistema com 15 câmeras reforça segurança na região de fronteira

Mariana Rodrigues
Reinaldo e Paulo Duarte observam monitor de sistema de videomonitoramento inaugurado nesta quarta, em Corumbá e Ladário. (Foto: Jessica Barbosa/Governo do Estado)Reinaldo e Paulo Duarte observam monitor de sistema de videomonitoramento inaugurado nesta quarta, em Corumbá e Ladário. (Foto: Jessica Barbosa/Governo do Estado)

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), inaugurou nesta quarta-feira (16) o Sistema de Videomonitoramento do Enafron (Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras), em Corumbá - a 419 km de Campo Grande. São 15 câmeras instaladas no município e em Ladário que monitoram, durante 24 horas do dia, as áreas urbanas dos dois municípios.

De acordo com o Diário Corumbaense, foram aplicados R$ 3,9 milhões em recursos obtidos junto ao Governo Federal. A medida prevê ainda o rastreamento do posicionamento das viaturas policiais por GPS (sistema de posicionamento por satélite). Nesta primeira etapa serão atendidos os municípios de Amambai, Bela Vista, Coronel Sapucaia, Corumbá, Dourados, Mundo Novo, Naviraí e Ponta Porã, totalizando 90 câmeras.

Para o governador, o objetivo é monitorar a área de fluxo intenso na fronteira. “Vamos combater o contrabando de drogas, roubos, furtos, assassinatos, além de colaborar com a recuperação de veículos roubados”, disse.

Ele destacou ainda que a implantação do videomonitoramento vai dar maior agilidade nos trabalhos das forças de segurança pública. "Facilita a ação da polícia. Podemos fazer uma parceria com a iniciativa privada, pode-se pegar câmeras de estabelecimentos e linkar com esse sistema que nós instalamos possibilitando o monitoramento ainda maior. Moderniza e permite acompanhamento, principalmente, nas regiões fronteiriças".

O chefe do Executivo Estadual afirmou ainda que a região de Corumbá e Ladário será contemplada com aumento de efetivo da Polícia Militar, que virá após aprovação de um projeto de lei que será enviado para apreciação dos deputados estaduais. O Estado ainda prevê ampliar o poder de equipamentos e aparelhamento das forças de segurança pública. “Estamos encaminhando para a Assembleia Legislativa um projeto de lei que permite chamar militares da reserva, remunerando-os e assim colocando efetivo maior".

Este é o primeiro videomonitoramento na região de fronteira. (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)Este é o primeiro videomonitoramento na região de fronteira. (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)

O secretário de Justiça e Segurança Pública, Silvio Maluf, destacou a capacidade do videomonitoramento em ajudar na investigação de crimes, além de colaborar na segurança preventiva realizada pela Polícia Militar e pelo Corpo de Bombeiros. “São 15 câmeras em Corumbá que vão ajudar as forças de segurança nas intervenções preventivas e repressivas realizadas em uma extensa área”, afirmou.

O funcionamento consiste na instalação de vários centros integrados de segurança pública. As câmeras – instaladas em pontos chaves dessas duas cidades – têm sinal enviado via rádio para a a Central de Operações. O sistema vai auxiliar também no monitoramento do trânsito.

O prefeito Paulo Duarte anunciou que vai interligar as quase 60 câmeras do sistema de monitoramento da Guarda Municipal ao da Polícia Militar. “Este sistema vai auxiliar o trabalho das forças de segurança que, apesar de todas as dificuldades, fazem um bom trabalho”, afirmou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions