ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  11    CAMPO GRANDE 15º

Interior

STJ solta prefeito de Alcinópolis acusado de mandar matar vereador

Por Marta Ferreira | 28/09/2011 17:06

Manuel Nunes da Silva foi preso em julho por envolvimento em crime ocorrido em outubro de 2010

O ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Adilson Vieira Macabu concedeu hoje liminar que coloca em liberdade o prefeito afastado de Alcinópolis, Manuel Nunes da Silva (PR).

Ele é acusado de ser o mandante do assassinato do vereador Carlos Carneiro, morto em Campo Grande, no dia 26 de outubro do ano passado, aos 40 anos. Carneiro era do PDT, oposição ao prefeito, e era presidente da Câmara de Vereadores.

Três homens foram presos logo após o crime, e aguardam julgamento. O prefeito foi preso em 20 de julho deste ano, junto com três vereadores, sob acusação de ter planejado a morte do vereador e encomendado o crime. O assassinato teria custado R$ 20 mil, conforme as investigações policiais.

Manuel Nunes da Silva está na 3ª Delegacia de Polícia Civil, no bairro Carandá, em Campo Grande. A delegacia já foi informada da concessão da liminar, mas o alvará de soltura ainda não chegou.

O processo no STJ informa que um telegrama foi enviado ao Tribunal de Justiça nesta tarde comunicando a decisão.

A liminar concedida hoje reconsidera uma decisão anterior, que havia negado ao prefeito a liberdade. Com a prisão dele, o cargo foi assumido pelo vice, o pai do vereador assassinado, Alcino Carneiro (PDT).

Nos siga no Google Notícias