ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Suspeito de atirar em homem no meio da rua alega legítima defesa

Por Ricardo Campos Jr. | 03/01/2017 14:22
Vítima foi atingida no rosto e está internada na Santa Casa de Campo Grande (Foto: Alisson Silva / Edição de Notícias)
Vítima foi atingida no rosto e está internada na Santa Casa de Campo Grande (Foto: Alisson Silva / Edição de Notícias)

Um comerciante de 28 anos, que não teve o nome divulgado, é suspeito de atirar no rosto de Manoel Teodoro, 60 anos, detento do presídio semiaberto de Coxim, a 260 quilômetros de Campo Grande. O homem se apresentou na delegacia acompanhado por um advogado nessa segunda-feira (2) e prestou depoimento alegando legítima defesa.

Na versão contada à polícia, divulgada pelo site Edição de Notícias, o comerciante diz que a família dele estava sendo ameaçada pela vítima por conta de uma dívida. Dessa forma, ele passou a andar com um revólver calibre 32 que comprou há 10 anos e resolveu procurar o rival para colocar a história a limpo.

O suspeito estava de carro quando avistou o detento caminhando pela cidade. Ele diz que ao se aproximar viu Teodoro colocar a mão na cintura como se fosse sacar uma arma e reagiu atirando contra ele.

Teodoro saiu correndo e o comerciante atirou pela segunda vez. Em seguida, fugiu e jogou o revólver no rio Taquari. Ele será indiciado por tentativa de homicídio qualificada por dificultar a defesa da vítima e porte de arma de fogo.

O detento foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até um hospital local, mas diante da gravidade do ferimento, foi transferido para a Santa Casa de Campo Grande, onde permanece internado na ala vermelha.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário