A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

15/08/2018 20:41

Suspeito de matar jovem a golpes de ferro de passar se entrega a polícia

Discussão teria começado após a vítima ter mexido com a esposa do suspeito

Adriano Fernandes
Vedugo sendo apresentado a imprensa na delegacia. (Foto: Rádio Caçula) Vedugo sendo apresentado a imprensa na delegacia. (Foto: Rádio Caçula)

Suspeito de ter matado jovem de 19 anos a golpes de a golpes de ferro de passar roupa e pedradas, no último sábado (11), Jéferson Mariano Verdugo se entregou à polícia por volta das 16h, desta quarta-feira (15) em Três Lagoas, cidade distante 338 quilômetros de Campo Grande.

Na delegacia, Vedugo contou à imprensa que a vítima, Matheus Gonçalves Medeiros, apesar de ser seu amigo teria "mexido" com a sua esposa, o que causou o desentendimento entre os dois.
Ele estava foragido desde a noite do crime e se apresentou ao delegado Gabriel Salles, responsável pelo caso, acompanhado de um advogado.

Ainda conforme o site Rádio Caçula, o suspeito decidiu se apresentar depois que o seu irmão adolescente foi apreendido, pois as investigações apontaram que o adolescente possuia participação no crime.

Crime

Conforme boletim de ocorrência, testemunhas contaram que ouviram Matheus gritando por socorro pois era agredido pelo suspeito. A esposa de Jefferson pedia para o marido parar com as agressões, que acontecia na frente de crianças.

Porém, o autor continuou, foi quando a mulher saiu de casa levando os filhos. Na sequência, Jefferson fugiu. No local, foram encontrados marcas de sangue próximo à porta da entrada. O corpo da vítima com vários ferimentos na cabeça e pescoço havia sido arrastado pelo suspeito e deixado no quintal atrás de uma sucata de caminhão.

Ao lado do corpo foi encontrado um ferro de passar roupa quebrado e uma pedra grande. Nos dois objetos, provavelmente utilizados no crime, tinham marcas de sangue. Também foram apreendidos no local um celular e um cigarro de maconha próximo a entrada da porta do imóvel.
Segundo a mãe da vítima, Matheus e Jefferson eram amigos.

A vítima estava sem documentos, mas foi reconhecida no Iml (Instituto Médico Legal) pelo pai. Antes do crime, autor e vítima discutiram, porém ainda não se sabe o motivo.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions