ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 30º

Interior

TJ não se manifesta e vereadores mantêm revesamento em sessões

Na sessão desta noite (4) apenas Pedro Pepa (DEM) esteve presente

Por Adriano Fernandes e Helio de Freitas | 04/11/2019 22:42
Sessão desta noite na Câmara de Dourados. (Foto: Divulgação)
Sessão desta noite na Câmara de Dourados. (Foto: Divulgação)

O revesamento de vereadores nas sessões da Câmara de Dourados continua. Pedro Pepa (DEM) foi o único a ir à Casa de Leis esta noite (4). Cirilo Ramão (MDB), que esteve presente no encontro passado, apresentou protocolo alegando que não iria comparecer a sessão, devido a indefinição do Tribunal de Justiça sobre as medidas cautelares.

Já Idenor Machado (PSDB), esteve durante toda a manhã na câmara, mas apresentou atestado médico para justificar a ausência na reunião de hoje a noite. A Câmara de Vereadores está abonando as faltas das sessões em que os vereador tenham apresentado atestado médico.

Desde que foram reconduzidos aos mandatos pelo Tribunal de Justiça, entre o final de setembro e o início de outubro, os três vêm se revezando nas sessões. O motivo é que entre as medidas cautelares impostas pelo TJ para que os três permaneçam em liberdade, eles não podem manter contato com outros investigados (inclusive os próprios vereadores) e com testemunhas do processo.

A defesa dos vereadores apresentou embargos de declaração ao TJ pedindo para o tribunal esclarecer se eles podem frequentar as sessões sem risco de serem presos de novo. Entretanto, o TJ ainda não se manifestou.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário