A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

13/12/2016 14:19

União reconhece estado de emergência de município devastado pela chuva

Ricardo Campos Jr.
Chuva causou estragos em estradas na zona rural de Itaquiraí (Foto: Roney Minella / divulgação)Chuva causou estragos em estradas na zona rural de Itaquiraí (Foto: Roney Minella / divulgação)
Ponte destruída pela chuva em Itaquiraí (Foto: Roney Minella / divulgação)Ponte destruída pela chuva em Itaquiraí (Foto: Roney Minella / divulgação)

O Governo Federal reconheceu situação de emergência em Itaquiraí, a 410 quilômetros de Campo Grande, em razão de estragos causados pela chuva em novembro. Portaria da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil sobre o assunto foi publicada na edição desta terça-feira (13) do Diário Oficial da União.

Segundo o prefeito do município, Ricardo Favaro Neto (PSDB), foram atingidas a zona urbana da cidade e os locais conhecidos como Guassu, Santa Rosa, Indaiá, Indaiá Sul, Indaiá Barranca, Fazenda Três Rodas, Cascalheira e o acesso a Tamacavi. Ele estima que serão necessários pelo menos R$ 1,5 milhão para recuperar os estragos.

Houve, conforme o gestor público, queda de pontes, rompimento de bueiros, destruição de redes de contenção e danos em estradas.

A região mais baixa da zona urbana de Itaquiraí, chamada Buracão, segundo Favaro Neto, sofre com a falta de planejamento durante a urbanização do município. A água escorre para o local, formando voçorocas e causando alagamentos.

“Havia sido realizada recentemente a recuperação dessa parte inferior da cidade com colocação de uma estrutura para saída e contenção de água. A força da enxurrada levou essa estrutura, que funciona como uma barragem. A cidade não foi planejada e as galerias pluviais não suportam mais a vazão. Com a ocupação da área que antes era rural, a água desce com tudo e não segura”, pontua.

O prefeito está em Campo Grande nesta terça para conversar com o setor de Defesa Civil do Governo Estadual para consultar o levantamento preciso dos danos e tentar obter verbas para começar as obras de reparos.

Estragos – No dia 4 de novembro, o duto de tubulação de um rio desmoronou e levou consigo parte da BR-163 em Itaquiraí. O local só foi liberado após um mês de obras pela concessionária que administra a pista, a CCR MS Via.

Chuva destruiu estradas vicinais em Itaquiraí (Foto: Roney Minella / divulgação)Chuva destruiu estradas vicinais em Itaquiraí (Foto: Roney Minella / divulgação)
Após desmoronamento, trecho da BR-163 é parcialmente liberado
Trecho da BR-163, em Itaquiraí – a 410 quilômetros da Capital – foi parcialmente liberado para o trafego de veículos neste sábado (12). O local, que ...
Após rompimento de duto, trecho da BR-163 permanece fechado por mais 20 dias
Após o rompimento de um duto de tubulação na BR-163, em Itaquiraí, distante 410 km de Campo Grande, a concessionária CCR MSVia informou nesta terça-f...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions