A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Março de 2017

03/12/2010 09:35

Vereador indígena e mais três são presos em Tacuru por suspeita de assassinato

Ana Maria Assis

O vereador indígena Alfredo Garay (PR), o ex-capitão da Aldeia Jaguapiré, Onides Borvão, Assunção Garay e Adair Nunes, todos do município de Tacuru, foram presos ontem (2) por serem suspeitos principais do assassinato do indígena Derci Garcete, que foi degolado há duas semanas na Aldeia Jaguapiré.

Os mandados de prisão foram expedidos pela Justiça da Comarca de Iguatemi. Os quatro suspeitos foram presos pela Polícia Civil de Tacuru e Paranhos. Uma equipe da Polícia Federal de Naviraí acompanhou a prisão por envolver indígenas.

O delegado que cuida do caso é Eduardo Lucena, titular da Delegacia de Polícia Civil de Tacuru. Segundo as investigações, o indígena teria sido assassinado por seus próprios “patrícios” por vingança. O guarani-kaiowá teria matado antes, também degolado, um professor indígena após uma briga ocorrida em uma festa, dias antes de ter sido assassinado.

É alegado que a prisão dos quatro suspeitos é para evitar que eles possam coagir testemunhas. Eles não assumem o crime durante os depoimentos e vão ficar na cadeia pública de Iguatemi aguardando decisão da Justiça.

Policiais se disfarçam de vendedores e prendem assaltante de relojoaria
A PM (Polícia Militar) prendeu nesta sexta-feira (24) em Dourados - que fica a 233 km da Capital - um rapaz suspeito de participar de dois assaltos a...
Prefeitura abre sindicância para apurar convênio com universitários
Foi aberta uma sindicância pela prefeitura de Rio Brilhante - cidade localizada a 163 km de Campo Grande - para inspecionar o convênio feito entre o ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions