A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

08/12/2017 17:41

Veterinária foi morta pelo filho há pelo menos 24 horas, diz perícia

Helio de Freitas, de Dourados
Homem foi detido e sedado; ele estava nu e falava frases desconexas (Foto: Adilson Domingos)Homem foi detido e sedado; ele estava nu e falava frases desconexas (Foto: Adilson Domingos)

O assassinato da médica veterinária Pierina Maria D’Amico em sua casa em Dourados, a 233 km de Campo Grande, ocorreu entre quarta-feira e ontem, segundo a perícia da Polícia Civil. O corpo foi encontrado hoje (8) após uma pessoa ver uma mão jogada na calçada da residência, localizada no Parque Alvorada, região oeste da cidade.

De acordo com os peritos que atenderam a ocorrência, pelo estado de rigidez do corpo, a morte pode ter ocorrido entre 48 e 24 horas atrás. O cadáver estava no quarto e não no quintal como foi informado inicialmente. Ela foi esquartejada, teve o tórax e o abdome abertos e foi degolada.

O filho dela, Camilo Vinicius D’Amico Freitas, 33, que é esquizofrênico, é o principal suspeito. Após ser imobilizado pelos policiais e sedado pelo médico do Samu (Serviço Móvel de Urgência), ele foi levado para o hospital.

A polícia ainda não informou se ele será autuado em flagrante, já que seria uma pessoa com incapacidade mental de responder pelos atos.

O corpo da veterinária foi encontrado por volta de 16h de hoje. Pessoas que passavam pelo local, na Rua Antônio Spoladore, encontraram uma mão decepada do braço e jogada na calçada, em frente ao portão.

A empregada de Pierina disse que hoje cedo foi à residência, chamou pela veterinária, mas como ninguém saiu para atender ao portão, ela foi embora. Como ela não percebeu a mão na calçada, a suspeita é que Camilo tenha jogado depois.

Natural de Santa Maria (RS), onde cursou veterinária, Pierina era servidora pública aposentada do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions