A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/11/2009 13:25

Juiz dá prazo para alegação final sobre morte de garota

Redação

O juiz Aluízio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, deu prazo para defesa e acusação apresentar as alegações finais sobre o assassinato da garota de programa Claudinéia Rodrigues, ocorrido em maio deste ano.

O MPE (Ministério Público Estadual) e os assistentes de acusação têm até o dia 10 (terça-feira) para entregar as alegações. A defesa deve pegar o documento elaborado pela acusação no dia 11 e apresentar as alegações no dia 16 (segunda-feira).

Na semana passada, a Justiça ouviu as testemunhas do caso, os réus - Hugo Pereira da Silva, Fernando Pereira Verone e Leonardo Leite Cardoso - e a psicóloga que fez exame de insanidade mental em Fernando e em Leonardo.

A principal testemunha de acusação do crime é garota de programa que se jogou do carro onde estavam os acusados e a vítima. Ela contou detalhes dos momentos em que ficou com o grupo. Na versão dela, Leonardo demonstrou ser o mais bravo.

Fernando e Hugo acusam Leonardo de ter agredido Claudinéia até a morte. Leonardo diz que deu apenas uma pedrada na garota e que Fernando foi o principal agressor.

Os três abordaram as garotas de programa na área central e combinaram de ir para o motel Chega Mais. Eles estavam no Pálio Wekend do pai de Fernando. Após terem passado a porta do local, uma das garotas, de 51 anos, percebeu a situação de perigo e se jogou do carro.

Claudinéia ficou com os rapazes e foi levada para uma área atrás do Aeroporto Internacional de Campo Grande.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions