A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/12/2009 12:31

Juiz diz que Colônia Penal é uma das melhores do Brasil

Redação

Um ano depois de ficar famosa como um dos piores presídios brasileiros, onde presos dividiam espaço até com os porcos, a Colônia Penal Agrícola de Campo Grande se tornou uma das melhores do País, segundo avaliação do juiz da 2ª Vara de Execução Penal da Capital, Albino Coimbra Neto.

"O Vilas Boas transformou o local em um exemplo de como se executa a pena... Não temos mais notícias de rebelião, anarquias, enfim, a disciplina é parte do dia a dia. Precisamos acabar com o preconceito, porque só se ressocializa uma pessoa com família, religião e trabalho", reforçou o juiz, por meio da assessoria de imprensa do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

Atualmente, a Colônia Penal conta com 450 internos, sendo que 50% estão trabalhando. Dos 68 reeducandos do regime semi-aberto foram remanejados para o local, sendo que 60 trabalham na manutenção e limpeza do Parque dos Poderes, do Parque das Nações Indígenas e outros órgãos da administração estadual.

O magistrado destacou ainda o trabalho realizado pelo gestor da unidade prisional, Edis Vilas Boas, que determinou uma nova dinâmica de trabalho. Cerca de 50 internos são responsáveis pela manutenção da Colônia Penal Agrícola.

Há um ano, a CPI Carcerária do Congresso Nacional citou a unidade como a pior do País. Também eram frequentes fugas, rebeliões, residência à ação judicial e até escândalos de presos que transformaram o local em "hotel do crime".

Além de reduzir o número de internos no local, o Governo estadual construiu uma nova colônia com capacidade para receber mil presos do regime semi-aberto.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions