A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

23/05/2016 13:20

Juntos há 23 anos, casal oficializa união durante a Caravana da Saúde

No fim de semana, o casal Ademar e Neuza conseguiu a sonhada certidão de casamento, que teve como testemunha o filho de 15 anos

Alberto Dias
Ademar e Neuza assinando o documento que muda o estado civil. (Foto: Fernando Ientzsch)Ademar e Neuza assinando o documento que muda o estado civil. (Foto: Fernando Ientzsch)

"Em nome da lei, os declaro casados". A frase típica proferida em cartórios durante as uniões civis também é dita num cenário imprevisível, entre consultas, exames e cirurgias. A Caravana da Saúde, que já realizou mais de 40 mil atendimentos no pavilhão Albano Franco, também é palco de casamentos. Desde a abertura oficial do projeto na Capital, em 14 de maio, um total 170 casais tiveram a oportunidade de assumir, gratuitamente, a relação estável diante de um juiz de paz.

Entre os ansiosos pelo "sim" estavam Ademar Colman e Neuza Soares. Eles partiram do bairro Marajoara, região sul da cidade, para conseguir a tão esperada certidão de casamento. Ademar conta que se apaixonou por Neuza desde a primeira vez que a viu numa rua do município de Jardim, onde viviam antes de mudarem para Campo Grande, há nove anos. "Morávamos perto e logo começamos a namorar", relembra o auxiliar de serviços gerais. De lá pra cá se passaram 23 anos e desta união nasceu Agileu Soares Colman, de 15 anos, que acompanhou os pais neste "momento especial".

A cerimônia foi rápida e os dois assinaram o registro civil dentro do estande da Justiça Itinerante e Comunitária, que percorre bairros da Capital há 15 anos, promovendo casamentos e divórcios. Terminado o protocolo, o casal foi orientado a comparecer daqui a algumas semanas à Vara do Juizado Especial para retirar o documento oficial, adquirido por meio desta iniciativa do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

Na Caravana, os casamentos acontecem aos finais de semana, quando os atendimentos de saúde são ampliados a 11 especialidades médicas e as empresas e entidades parceiras oferecem serviços como este. Neste fim de semana, a procura pelo casamento civil aumentou expressivamente, conforme o juiz Cesar Miozzo, que acompanhou as cerimônias no sábado e domingo. "No primeiro fim de semana da Caravana fizemos 49 casamentos e no segundo esse número saltou para 120", contou o magistrado.

Ele acrescenta que no local também são oficializados divórcios e que, felizmente, o número de pessoas buscando a separação é bem menor que o de novas uniões. Neste fim de semana, foram registrados sete pedidos de divórcio, além de dois reconhecimentos de paternidade. Por fim, o juiz lembra que novas uniões civis poderão ser feitas no próximo sábado e domingo no pavilhão Albano Franco - último fim de semana da Caravana da Saúde em Campo Grande.

Serviço - Para mais informações sobre a Justiça Itinerante, bem como os documentos necessários e testemunhas, basta ligar para os telefones 3314-5503 ou 3314-5510, em horário comercial.

Filho de 15 anos é testemunha no casamento dos pais, ocorrido dentro do ônibus ao fundo. (Foto: Fernando Ientzsch)Filho de 15 anos é testemunha no casamento dos pais, ocorrido dentro do ônibus ao fundo. (Foto: Fernando Ientzsch)
Caravana da Saúde encerra domingo recebendo 6 mil pessoas no Albano Franco
Mais de 6 mil pessoas passaram neste domingo (22) para receber os atendimentos oferecidos pela Caravana da Saúde em Campo Grande. Toda a estrutura, c...
Estado emite mais de 360 carteiras de identidade na Caravana da Saúde
Mais de 360 novos RGs foram confeccionados pelo Instituto de Identificação da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) na Caravan...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions