A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/12/2009 08:07

Justiça adia júri de índios acusado de matar a pauladas

Redação

O júri de dois indígenas acusados de matar Odyl Gomes de Arruda a socos e pauladas foi adiado para o próximo ano. O motivo do adiamento do julgamento, previsto para ontem em Miranda, a 205 quilômetros da Capital, foi o não comparecimento do procurador da Funai (Fundação Nacional do Índio).

Segundo o juiz da 2ª Vara Cível e Criminal, Luiz Felipe Medeiros, o novo júri para 4 de março de 2010. Os nomes dos indígenas acusados pelo crime não foram divulgados pela assessoria do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

O procufrador Juscelino Joaquim Machado chegou a pedir o adiamento do júri, mas foi pedido foi negado pelo magistrado. Ele nomeou um defensor para os indígenas e notificou o caso ao CNJ (Conselho Nacional de Justiça) e ao presidente do TJ/MS, desembargador Elpídio Helvécio Chaves Martins.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions