A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 16 de Outubro de 2018

17/09/2018 17:32

Justiça do Trabalho doa mais de 100 computadores para escolas públicas

Máquinas não estavam sendo mais utilizadas pelo Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região

Gabriel Neris
Máquinas foram entregues para escolas públicas do interior do Estado (Foto: MPT/Divulgação)Máquinas foram entregues para escolas públicas do interior do Estado (Foto: MPT/Divulgação)

A Justiça do Trabalho entregou 105 computadores para 15 escolas públicas de Mato Grosso do Sul, uma iniciativa do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem.

As máquinas não estavam sendo mais utilizadas pelo Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região. Os equipamentos foram substituídos por máquinas mais modernas capazes de processar as versões mais atualizadas do Processo Judicial Eletrônico, sistema de tramitação das ações trabalhistas.

O juiz do Trabalho Márcio Alexandre da Silva diz que essa é a primeira etapa da doação e que outras instituições serão beneficiadas em breve. “A Justiça do Trabalho depende muito da informática porque os processos são todos eletrônicos e, a cada ano, os equipamentos vão ficando obsoletos para nós. Mas são computadores potentes, velozes e em excelente estado. Nós estamos doando algo que será muito útil e proveitoso para as escolas por muitos anos”, afirma.

Também foram doados teclados e mouses novos adquiridos através de um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) firmado entre uma empresa e o Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul. Os equipamentos serão utilizados nos laboratórios de informática.

“Com essa ação, buscamos priorizar o enfrentamento ao trabalho infantil por meio do acesso a uma educação de qualidade, que retira das ruas crianças e adolescentes e os transforma em cidadãos comprometidos com seus direitos e deveres”, diz o procurador Cícero Rufino Pereira.

O programa é do Conselho Superior da Justiça do Trabalho e do Tribunal Superior do Trabalho, em parceria com o Ministério Público do Trabalho e o Ministério do Trabalho.

As escolas estaduais beneficiadas foram Ana Maria de Souza, de Selvíria; Arnaldo Estevão de Figueiredo, de Figueirão; Aral Moreira, de Antônio João; Dorcelina Folador, de Novo Horizonte do Sul; Professor Cleto de Moraes, de Tacuru; Emannuel Pinheiro, de Vicentina; Manoel Guilherme dos Santos, de Itaquiraí; Antônio Fernandes, de Naviraí; Filinto Muller, de Angélica; Braz Sinigáglia, de Batayporã; Paulo Freire, de Iguatemi; e Castelo Branco, de Mundo Novo.

Também receberam as máquinas as escolas municipais São Clemente, de Bela Vista; Criança Esperança VI, de Rio Brilhante; e Tancredo Neves, de Iguatemi.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions