ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SEGUNDA  04    CAMPO GRANDE 27º

Cidades

Justiça julga hoje pedido de liminar contra Sefaz

Redação | 10/05/2010 07:13

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul irá analisar nesta segunda-feira uum mandado de segurança impetrado pela Aplanco Alimentação contra a Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda). A empresa acusa a Receita Estadual de apreender mercadorias como uma forma de coação para o pagamento de tributos.

Na ação, a Aplanco alega que a Sefaz negou-se a liberar mercadorias apreendidas em um posto fiscal com a justificativa de subfaturamento de nota. Os fiscais teriam afirmado que a Receita só liberaria a carga quando outras obrigações tributárias da empresa fossem quitadas.

Para a empresa, a justificativa da Secretaria de Fazenda caracteriza coação, já que os produtos transportados são perecíveis e a retenção, em casos em que exista conflito entre a nota fiscal e o que é transportado, só pode ser feita pelo tempo necessário à aferição da ilegalidade e à lavratura do auto de infração.

O mandado de segurança também se baseia em casos semelhantes julgados pelo Tribunal de Justiça, que garantiu ganho de causa aos impetrantes.

Em defesa, a Secretaria de Fazenda do Estado alega que não praticou o ato ilegal. Segundo a Receita, os agentes tributários estaduais que atuam no posto fiscal por onde as mercadorias ingressaram agiram em estrito cumprimento do dever legal.

Nos siga no Google Notícias