A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/10/2009 07:05

Justiça manda Estado reformar presídio de Corumbá

Redação

Decisão da Justiça, em caráter liminar, manda o Estado reformar o Estabelecimento Penal Masculino de Corumbá, cidade que fica a 426 quilômetros de Campo Grande.

A decisão do juiz da Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos de Corumbá, Eduardo Eugênio Siravegna Júnior, é dessa terça-feira e atende a pedido da Ação Civil Pública ingressada pelo MPE (Ministério Público Estadual).

De acordo com o despacho do magistrado, o Estado tem 30 dias, a contar da data do recebimento oficial da decisão, para reformar a unidade penal. A Agepen (Agência Estadual de Administração Penitenciária) tem prazo legal de 60 dias para contestar.

Conforme a decisão, o Estado deverá reformar as celas e instalações sanitárias e de esgoto, incluindo a limpeza e desinfecção do ambiente. Além disso, deverão ser feitos reparos no telhado do presídio que sofre com problemas de infiltrações e gotejamentos.

E ainda, alternativamente, a decisão do juiz estabelece a transferência para outra unidade penal em Mato Grosso do Sul dos 190 detentos que ocupam as celas com goteiras e umidade, para que estes locais sejam interditados. Caso o Estado descumpra a decisão, estará sujeito a multa diária no valor de R$ 10.000,00.

Caso haja o pagamento de multa, o valor deverá ser revertido para o Conselho da Comunidade. "...que a multa diária ora fixada, caso haja sua incidência, deverá ser revertida para o Conselho da Comunidade desta comarca, uma vez que as poucas melhorias e obras realizadas no Estabelecimento Penal de Corumbá nos últimos anos foram custeadas na sua quase integralidade pelo referido Conselho", diz o magistrado.

A Ação Civil Pública foi movida após os problemas terem sido detectados pelo mutirão carcerário. O processo foi distribuído ao gabinete do juiz Eduardo Eugênio no dia 13 de outubro.

Ministério Público faz contrato de R$ 3 milhões com empresa de informática
O MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) firmou contrato de R$ 3,3 milhões com a empresa Click Ti Tecnologia Ltda. Com validade de seis me...
Novos critérios definem morte encefálica e afetam doação de órgãos
O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou hoje (12) critérios mais rígidos para definir morte encefálica. A mudança nos procedimentos tem impacto...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions