ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  23    CAMPO GRANDE 27º

Cidades

Ladrões de gado presos após assalto que durou 6 horas

Por Redação | 06/08/2008 16:40

Quatro homens foram presos nesta madrugada em Nova Andradina por formação de quadrilha e roubo de gado em Ribas de Rio Pardo. No dia 28 de julho, os ladrões permaneceram por seis horas em uma fazenda, com armas de fogo e encapuzados.

O grupo prendeu mulheres em uma das casas da propriedade e levou 78 cabeças de gado e 2 touros em quatro caminhões, rebanho avaliado em R$ 120 mil.

Umas das primeiras pistas investigadas foram ligações feitas pelos bandidos pelo aparelho da própria fazenda, quatro vezes. Na tentativa de esconder os números discados os ladrões tiveram a idéia de levar o telefone, mas a partir de extrato repassado pela operadora, a polícia conseguiu identificar o número de Luiz Carlos de Oliveira, açougueiro, corretor de gado e assentado em Bataguassu.

O homem foi preso, assim como Luiz Severino de Souza e Antônio Eder Pereira da Silva. Na casa dos dois, os policiais encontraram um cheque de R$ 10 mil. Em depoimento eles disseram que teriam recebido o valor como pagamento pela participação no assalto, feito por José Nilton, um ex-funcionário, pela participação no assalto.

A última pessoa presa foi João José de Mattos, corretor de gado que tentava vender o gado em assentamentos de Bataguassu.

José Nilton está foragido, mas deve se apresentar segundo informou sua advogada. Segundo o site Nova News, das 80 cabeças roubadas, 75 foram recuperadas.

Nos siga no Google Notícias