A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/02/2010 10:30

Lagoa que vai sediar projeto "Praia Morena" está secando

Redação

A Lagoa Rica, localizada na região do aeroporto Santa Maria, na saída para Três Lagoas, está ameaçada.

O lago, que já teve 20 metros de profundidade,segundo ex-funcionários, "hoje não passa dos oito metros", diz também o dono de uma chácara próxima, Benedito Soares, de 57 anos.

Benedito conta que há anos o irmão dele, outro chacreiro que cuidava do balneário, mediu a profundidade do lago localizado na área de propriedade da família Metello.

Hoje, a falta de manutenção do local faz com que o lago seque, avalia Benedito. Ele estima que atualmente o lago não passa dos 6 metros de profundidade. "Essa lagoa já chegou a ter uma variedade enorme de peixes de tão rica que era", afirma Benedito.

Para explorar o local, um balneário foi construído em 1962 pelo empresário e pecuarista Eduardo Machado Metello, falecido. Na época, o local oferecia aos banhistas uma estrutura com restaurante bar, parque infantil e piscina destinada a adultos e crianças e ainda espaço para churrasqueira e redes.

Embora ainda esteja em atividade, a estrutura construída há décadas nunca mais passou por reformas, mas ainda assim o local continua recebendo banhistas que pagam uma taxa de R$ 7,00 por pessoa para passar o dia.

Eliane Paulutti, de 35 anos, freqüentadora do local, conta que conheceu o balneário quando ainda era criança e que a família costumava passar à tarde na Lagoa Rica. "Tinha restaurante e um parquinho onde a gente brincava", lembra.

Hoje, Eliane freqüenta o local com menor frequencia, quando leva os filhos de 10 e 12 anos para se refrescar no lago. Na opinião dela, se o projeto da prefeitura de revitalização do local for posto em prática, a cidade vai ganhar uma ótima opção de lazer.

"A lagoa é linda e o local é de fácil acesso. Pelo que vi, o projeto é lindo e vai revitalizar a região", opina.

Boa idéia: As irmãs Alexandra e Daniela Catani, freqüentam o balneário desde 1998 e comemoram a notícia da revitalização da área. Segundo elas, desde que começaram a freqüentar o local, a impressão é de que "o lago está diminuindo".

"Aqui tinha um estrutura bacana, mas hoje está muito abandonada. Até a água do lago ta diminuindo", aponta as irmãs.

Recentemente o prefeito Nelsinho Trad anunciou a elaboração de um projeto para construção do balneário municipal "Praia Morena".

Pela proposta, 100 hectares da área devem ser usados para a construção da praia artificial da Capital. Na próxima quarta, a prefeitura deve publicar decreto, desapropriando áreas ao redor, para começar a implantação.

O gerente do balneário, Zildo Vasconcelos, afirma que até agora os proprietários da área, herdeiros de Metello, não firmaram nenhum acordo com a prefeitura para desapropriação do local de 300 hectares.

Processo-O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, afirmou ontem, na Esplanada dos Ferroviários, que o Diário Oficial de amanhã irá trazer o decreto tornando de utilidade pública todo o entorno da Lagoa Rica, a 15km do centro.

Este é o primeiro passo para viabilizar o projeto de transformar a lagoa na primeira "praia" de Campo Grande.

Nelsinho disse que, em seguida, irá levar o projeto para o Ministério do Turismo, onde espera conseguir os R$ 20 milhões necessários para a obra. Ele acredita que conseguirá concluir a construção do piscinão de Campo Grande até meados do próximo ano.

A intenção é de que cerca de 100 hectares da área sejam adquiridos pela prefeitura. No local também deverá ser feito um calçadão e poderão ser construídas quadras esportivas.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions