A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

06/12/2011 10:38

Lei obriga realização de exame de oximetria em recém-nascidos

Marta Ferreira

O exame de oximetria passa a ser obrigatório nas salas de parto em Mato Grosso do Sul, de acordo com a lei 4.131, sancionada hoje pelo governador André Puccinelli.

De acordo com a lei, o exame deve ser feito, inclusive, em pacientes de hospitais públicos, em partos cobertos pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

O custeio, conforme a lei, será bancado pelo Governo do Estado, que pode fazer convênios com o Ministério da Saúde para isso.

A lei foi proposta pelo deputado estadual Márcio Fernandes. O projeto aprovado pela Assembleia justificou que a oximetria de pulso na sala de parto é de grande auxílio na reanimação neonatal, “pois além da saturação de oxigênio, ele fornece informação sobre a frequência cardíaca, o sinal chave para tal reanimação”.

Do mesmo modo, diz o projeto, a realização do exame torna mais fácil a identificação de uma cardiopatia congênita cianótica, defeito cardíaco que provoca mistura de sangue desoxigenado em circulação sistêmica,

produzindo a coloração arroxeada das mucosas, permitindo assim o diagnóstico precoce dessa doença e possibilitando um rápido encaminhamento para o médico especialista.

Último sorteio da Mega-Sena na semana pode pagar até R$ 23 milhões
Neste sábado (18) o último dos três sorteios da semana da “Mega-Sena dos Pais) pode pagar para um ou mais acertadores até R$ 23 milhões. Durante os o...
Gabaritos do Enceja já estão disponíveis no site do Inep
O Ministério da Educação (MEC) divulgou no final da tarde de hoje (17) gabarito oficial do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens...
Capes torna mais rígida avaliação de cursos de pós-graduação
A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) tornou mais rígida a avaliação dos cursos de pós-graduação no país. De acordo c...


TOMARA QUE O GOVERNO CONSIGA OFERECER ÀS SALAS DE PARTO OS APERELHOS FUNCIONANTES E ATUALIZADOS, COM DEVIDA MANUTENÇÃO.
 
CYBELE BARROS em 06/12/2011 12:02:18
Concordo com a Cybele...aprovar é bom ,mas ai é o problema mantê-los ...
 
Ana Freire em 06/12/2011 05:12:05
Quem já perdeu um filho pra uma cardiopatia grave, como eu, sabe o quanto é importantíssimo esse exame. Deve ser feito ainda na sala de parto, nos primeiros instantes após o nascimento. Isso irá salvar muitos bebês que, até hoje, morriam sem sequer saber que eram cardiopatas!!! Em nome da AACC (Associação de Apoio à Criança Cardiopata) Pequenos Corações, quero parabenizar o Dep. Márcio Fernandes.
 
Liliane Oliveira em 06/12/2011 01:09:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions