A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

04/05/2010 08:48

Líderes guarani vão a SP falar sobre violência

Redação

Seis líderes da etnia guarani chegam na próxima quinta-feira a São Paulo para uma série de eventos organizados na capital paulista.

No dia 7, no pátio do Museu da Cultura da PUC-SP , às 19h, haverá projeção de documentário e debate com as lideranças.

Depois, no sábado, eles participa da palestra para alunos do Curso da Defensoria do Estado de São Paulo, com o tema a questão indígena: caminhos e desafio , na sede da Defensoria da União

A agenda foi programada por conta do julgamento dos três acusados pelo assassinato do cacique guarani kaiowá Marcos Veron, quem em 2003 morreu em Juti, em acampamento na fazenda Brasília do Sul.

Ele foi morto a pauladas, aos 72 anos, e outros seis índios ficaram feridos em dois dias de confrontos.

Os índios vão levar a realidade da violência em Mato Grosso do Sul. Em 2006 foram mortos 28 indígenas, em 2007, 53 indígenas, em 2008, 42 pessoas e no ano passado dois professores guarani desapareceram em Paranhos, um foi encontrado morto, dois meses depois.

Parentes dos dois professores vão estar nos eventos em São Paulo, além de representantes das aldeias Kurussu Ambá e de Laranjeira Nhanderu, duas comunidades que lutam pela demarcação na região sul do estado, processo com ocupações e despejos constantes.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions