A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

22/05/2015 23:59

Livro de 35 anos do TJMS é finalista em prêmio nacional

TJ-MS

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul está concorrendo como finalista no XIII Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça, que ocorre em Belo Horizonte (MG), durante o Congresso Brasileiro de Assessores de Comunicação da Justiça (Conbrascom). A Corte sul-mato-grossense foi escolhida com a produção do Livro de 35 anos do TJMS, na categoria Publicação Especial, segunda mais concorrida do prêmio. O trabalho é finalista pela qualidade na iconografia, identidade visual, criatividade e o grau de pesquisa histórica.

O Livro é uma produção do Tribunal de Justiça, por meio da Secretaria de Comunicação, em celebração aos 35 anos de atuação da Corte. A produção concorreu com mais 16 outras, ficando finalista com publicações dos Tribunais de Goiás e Alagoas.

O prêmio será entregue no dia 19 de junho em Belo Horizonte (MG). Esta é uma iniciativa do Fórum Nacional de Comunicação e Justiça, organização não governamental sem fins lucrativos, fundada pelos assessores de Comunicação do Judiciário, do Ministério Público, defensorias, OAB, tribunais de contas e instituições afins, voltada ao desenvolvimento de debates e ações para aproximar as organizações públicas do cidadão.

Saiba mais – O livro, publicado em comemoração aos 35 anos do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul, tem o objetivo de resgatar a memória e mostrar toda a trajetória e evolução da justiça sul-mato-grossense nessas três décadas e meia de história, por meio de uma linha do tempo.

Muitas mudanças aconteceram ou foram realizadas, a fim de melhorar os serviços prestados à população do estado de Mato Grosso do Sul. Como consequência, inovações foram proporcionadas em diversos setores relacionados, o que fez com que o Poder Judiciário de MS estivesse, por diversas vezes, em destaque nacional.

A linha do tempo destaca acontecimentos da história do PJMS, que vão desde o início do Tribunal de Justiça de MS, ainda no Edifício Cosmos, em 1979; passando pela criação dos Juizados Especiais, criação da Justiça Comunitária, Justiça Itinerante e Juizado de Trânsito e a implantação da Sala Segura no Tribunal de Justiça.

Outros fatos são relembrados, como o primeiro concurso de servidores para as comarcas; criação do projeto Conheça o Tribunal de Justiça; inauguração da Galeria dos Desembargadores; a realização do projeto Justiça na Praça; a criação da Coordenadoria da Infância e da Juventude; a criação da Escola Judicial e a adesão do Judiciário do estado às redes sociais.

Assim como os fatos são destacados e relembrados, indiretamente, fazem com que sejam lembradas também as pessoas envolvidas em todos os trabalhos desenvolvidos durante os 35 anos, que contribuíram para o aumento do prestígio e da confiança depositadas pelos cidadãos sul-mato-grossenses no Poder Judiciário de MS.

A versão on-line completa do livro físico está disponível no endereço http://www.tjms.jus.br/tjms35anos.

MEC quer programa para ocupar vagas ociosas em universidades públicas
O Ministério da Educação (MEC) estuda criar ainda este ano uma nova modalidade do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), chamada Sisu Transferência, vo...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio para sábado vale R$ 22 milhões
O segundo sorteio da Mega-Sena, desta semana que terão três, mais uma vez, voltou acumular, devido a falta de acertadores no prêmio principal. O sort...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions