A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

06/01/2010 13:42

Lojas variam estratégia para manter vendas aquecidas

Redação

O comércio da Capital está se desdobrando para manter as vendas aquecidas no mês de janeiro, depois de um fim de ano considerado positivo, num período do ano tipicamente fraco de vendas em razão principalmente dos compromissos de início de ano, como o pagamento de impostos. A estratégia para seduzir o consumidor inclui preço único, prazo de até cem dias para começar a pagar e até sorteio de prêmio para quem apenas provar as roupas à venda.

Para fevereiro, está sendo preparada uma queima de estoque, o Liquida Verão, explica o presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Ricardo Kuninari, quando todos os segmentos deverão fazer promoções para escoar os produtos e preparar a chegada da nova coleção.

Enquanto isso, cada lojista tenta atrair o cliente a seu modo, diz Kuminari. Algumas lojas de eletrodomésticos já deram início às promoções, e no vestuário e demais setores, o que há são iniciativas isoladas.

Kuninari ressalta que muitas pessoas estão circulando pelo centro e shopping neste mês, que ainda tem expectativa de vendas de cerca de 5% a mais em relação ao mesmo período do ano passado.

O supervisor de vendas de uma loja popular de vestuário, Reginaldo Ferreira, de 33 anos, confirma a circulação de clientes, mas adianta que nem todo esse movimento está sendo revertido em vendas.

Ele conta que a aposta da loja foi reforçar a campanha preparada para o Natal, de cem dias para começar a pagar, com propagandas de televisão e painéis pela cidade, até o dia 10 de janeiro. A intenção é que as pessoas comecem a pagar quando passar o prazo do 'sufoco', por conta das dividas de início do ano.

Em outra loja de roupas, a gerente explica que passadas as promoções, eles resolveram usar como chamariz o sorteio de uma motocicleta, na promoção test-drive. Basta provar um jeans para ganhar um cupom, explica a gerente Léa Michele Gaudilei.

Ela revela que, apesar de investir em promoções que servem como chamariz, a loja procura manter um modelo de jeans básico, a R$ 38,00, disponível o ano todo para quem precisa economizar. "As pessoas chegam na porta e já perguntam se tem algum modelo mais em conta", revela.

A associação dos lojistas do shopping foi procurada, mas não soube informar se haverá queima de estoque no local, como a que está prevista para o centro no início do mês que vem. A assessoria de imprensa do Shopping Campo Grande também foi procurada e ficou de dar retorno sobre o assunto, mas não se manifestou até a publicação desta matéria.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions