A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

20/09/2016 15:34

Mais de 5 mil famílias de MS deixaram de receber Bolsa Família em 2016

Anny Malagolini

De janeiro a setembro de 2016, pelo menos 5 mil famílias de Mato Grosso do Sul, que recebiam aproximadamente R$ 174 de benefício do Bolsa Família, ficaram de fora do programa. Na mira do Governo Federal, que promete introduzir mudanças ao programa social, o número de famílias atendidas reduziu de 141 mil para 136 mil em apenas 9 meses.

No primeiro repasse deste ano, o programa atendeu 141.053 mil famílias, equivalente a R$ 21,8 milhões. Em maio, auge da crise econômica com o afastamento da então presidente Dilma Rousseff (PT), a quantia de beneficiados já era menor: 137,8 mil famílias, com montante de R$ 21,3 milhões. Conforme o último levantamento, o Estado tem 136 mil atendidos e o custeio somou R$ 23,8 milhões.

Já o cenário em Campo Grande mostrou instabilidade, em confronto com os últimos dez últimos meses. Isso porque em dezembro do ano passado, a Capital possuía 29,4 mil famílias atendidas pelo programa, em janeiro reduziu para 27 mil e em setembro ajudou 28 mil.

O último número representa a cobertura de 95,4 % da estimativa de famílias pobres no município. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$ 150,85 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 4.247.649,00 no mês.

No município, o total de famílias inscritas no Cadastro Único - para programas sociais do governo federal. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome-, em junho de 2016 era de 125.021. Dentre eles: 18.226 com renda per capita familiar de até R$ 85,00; 19.009 com renda per capita familiar entre R$ 85,01 e R$ 170,00; 42.007 com renda per capita familiar entre R$ 170,01 e meio salário mínimo; 45.779 com renda per capita acima de meio salário mínimo.

Quando assumiu a presidência em maio – ainda de forma interina -, Michel Temer (PMDB), anunciou que o programa de transferência de renda do Governo Federal, poderia sofrer mudanças, e desde então foram 916 mil cancelamentos - em 2015 foram 1,3 milhão benefícios desfeitos.

Apesar das mudanças pela frente, a redução de famílias atendidas pelo Bolsa Família em 2016 em Mato Grosso do Sul, conforme informou o Ministério, seria decorrente da da fiscalização e à devolução voluntária de cartão por melhoria de renda. O órgão informou ainda que as propostas de mudança no programa ainda estão sendo estudadas, e irão valer para todos os beneficiários do país. O decreto com as alterações pode ser publicado no fim deste mês.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions