ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  25    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Mais de uma dupla é suspeita pela morte de comerciante

Por Redação | 09/05/2010 08:35

A Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Polícia Civil procura os responsáveis pelo assassinato do comerciante Valdemir da Cruz dentre mais de uma dupla de ladrões já conhecidos na região da Vila Nhá-Nhá.

Ontem, dois foram detidos depois de roubarem uma moto na região, mas o exame residuográfico, que reforçaria as suspeitas sobre um deles, ainda não foi feito.

Valdemir João da Cruz, de 59 anos, morreu no hospital, após assalto em seu supermercado na Vila Nhá-Nhá na sexta-feira.

Segundo o delegado da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), Silvério Arakaki, outras duplas estavam cometendo crimes na região no dia do crime no supermercado Maninho, mas ainda não foi possível localizá-las. "As buscas continuam", diz.

Dos dois presos no sábado, um é maior, identificado como Jackson dos Santos, foi interrogado ontem para averiguar se as informações coincidem com as prestadas pelo menor, que não teve o nome revelado.

A dupla foi detida pelo roubo de duas motocicletas e por portar arma de fogo sem registro.

Em conversa pelo telefone com o Campo Grande News, a esposa de Valdemir, Lucilia Maria da Cruz, contou ter batido com um banco de madeira na cabeça de um dos criminosos, o que pode ser detectado com exame de corpo de delito. No caso da dupla já presa, nenhum apresenta qualquer ferimento, informa a Policia.

A esposa ainda não fez o reconhecimento dos assaltantes por estar abalada psicologicamente e só deve prestar depoimento na segunda-feira.

O enterro do comerciante aconteceu hoje às 8h30, no Cemitério Memorial Park, no bairro Pioneiros.

Nos siga no Google Notícias