A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/12/2009 08:52

Major Carvalho não consegue anular processo disciplinar

Redação

Preso desde 20 de maio deste ano na Operação Las Vegas, o major da Polícia Militar Sérgio Roberto de Carvalho não conseguiu anular o PAD (Processo Administrativo Disciplinar). O juiz em substituição da Auditoria Militar, Francisco Gerardo de Souza, julgou improcedente o mandado de segurança, no mérito, para anular o procedimento administrativo.

O major, que já foi condenado a 15 anos de reclusão por tráfico internacional de drogas, tentou anular o processo porque o Conselho de Justificação se recusou a ouvir quatro testemunhas da defesa.

Segundo o magistrado, o conselho não tem condições para ouvir três testemunhas residentes no exterior. A quarta testemunha teve cópia do depoimento, prestado na Operação Xeque-Mate, anexado ao processo e foi considerado válido pelo magistrado.

A sentença de Francisco Gerardo foi publicado na edição de quarta-feira do Diário Oficial da Justiça.

Major Carvalho é acusado de falsidade ideológica, exploração de jogos de azar e formação de quadrilha. Ele chegou a ter a expulsão da PM decretada pelo Tribunal de Justiça, mas a decisão ainda não foi concretizada porque houve recurso ao Superior Tribunal de Justiça.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions