A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

01/12/2014 09:51

Marcelo Vargas diz que não conhece dono de caça-níqueis

Paulo Fernandes
Marcelo Vargas disse não conhecer Clayton Batista, dono das máquinas caça-níqueis (foto: arquivo)Marcelo Vargas disse não conhecer Clayton Batista, dono das máquinas caça-níqueis (foto: arquivo)

O presidente da Adepol-MS (Associação dos Delegados de Mato Grosso do Sul), Marcelo Vargas, negou qualquer participação no esquema das máquinas caça-níqueis, revelado na noite de ontem (30) pelo Fantástico, da Rede Globo.

Marcelo Vargas disse não conhecer Clayton Batista, o dono de centenas de máquinas caça-níqueis, e lembrou estar afastado há 1 ano e 9 meses das funções de delegado. Ele havia pedido o afastamento para comandar a entidade classista.

“Eu não conheço esse cidadão que foi filmado. Na minha opinião, ele foi incitado a citar o nome de alguém conhecido”, afirmou o presidente da Adepol-MS.

O delegado também desafiou alguém a provar o envolvimento dele com o dono dos caça-níqueis e o esquema.

Marcelo Vargas afirmou ainda que, após assistir a reportagem, pediu para a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) investigar o caso e apurar a existência das 90 máquinas caça-níques em Campo Grande.

O delegado disse estar sofrendo um ataque difamatório e que a matéria não apresenta nenhuma prova.

Câmera escondida - Clayton Batista foi flagrado, em conversas gravadas pela polícia com uma câmera escondida, dizendo que o presidente da Adepol-MS participaria do esquema das máquinas caça-níqueis.

De acordo com a declaração de Batista, Marcelo Vargas seria o responsável por “segurar as broncas” do grupo criminoso em Mato Grosso do Sul.

Clayton Batista disse ainda que teria 90 caça-níqueis somente no Estado. Ele foi preso após tentar comprar a polícia para montar uma rede de caça-níqueis no interior de São Paulo.

O delegado Nelson Barbosa Filho, de Araçatuba (SP), fingiu que estava dentro do esquema, para gravar tudo por meio de câmeras e efetuar a prisão.

Especialista diz que doenças vasculares aumentam em até 30% no verão
Dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, seção Rio de Janeiro (SBACV-RJ), indicam que as altas temperaturas, comuns da épo...
Com 817 processos, Justiça retoma julgamentos nesta segunda em MS
O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) retoma nesta segunda-feira (22) as sessões de julgamento dos órgãos colegiados da Corte. Somente n...
Prazos processuais voltam a correr a partir de amanhã no judiciário de MS
O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) alerta que os prazos processuais voltam a fluir normalmente a partir desta segunda-feira (22) no j...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions