A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

06/08/2015 19:14

Ministério da Educação disponibiliza 1,6 mil vagas no Fies para MS

Ricardo Campos Jr.
Ângela parou faculdade por conta do custo e depende do Fies para fazer o ensino superior (Foto: Vanessa Tamires)Ângela parou faculdade por conta do custo e depende do Fies para fazer o ensino superior (Foto: Vanessa Tamires)
Michael espera conseguir o financiamento para cursar educação física (Foto: Vanessa Tamires)Michael espera conseguir o financiamento para cursar educação física (Foto: Vanessa Tamires)

O MEC (Ministério da Educação) está disponibilizando 1,6 mil bolsas de Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) para quatro cidades de Mato Grosso do Sul. A inscrição para pleitear a uma das vagas termina 23h59 (horário de Brasília) desta quinta-feira (6).

Conforme os dados disponíveis na plataforma de consulta do programa, Campo Grande concentra maioria das oportunidades. São 1.327 bolsas para 63 cursos em várias áreas. Em Dourados estão sendo oferecidas 194 vagas para 30 cursos.

Em Três Lagoas foram disponibilizadas 68 bolsas em 24 graduações. Para Corumbá são oferecidos 37 financiamentos para quatro cursos e em Rio Verde de Mato Grosso são 14 vagas para quatro cursos.

A partir deste ano, estudantes que terminaram o ensino médio depois de 2010 devem ter, obrigatoriamente, feito o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para concorrer a uma das vagas. Além disso, devem ter obtido uma pontuação mínima e não podem ter zerado a redação. Dúvidas ou mais informações estão disponíveis no site do programa.

Desempregado, Michael Borga Rocha, de 26 anos, quer tentar o financiamento para conseguir cursar educação física. Ele aproveitou o plantão tira dúvidas e o laboratório de informática cedido gratuitamente pela Anhanguera-Uniderp para realizar a inscrição.

“Estou na expectativa de conseguir o financiamento. Se não conseguir no Prouni, vou ter que procurar uma universidade mais em conta para conseguir pagar”, afirma.

A auxiliar de caixa Érika da Cruz Roma, 24 anos, vai tentar a bolsa para pedagogia. “Eu gosto de mexer com crianças e vi ontem na TV que estavam abertas as inscrições. Vou ver se tenho condições para me inscrever. Estou na expectativa”, afirma.

Já a balconista Angela Escobar, 18 anos, chegou a começar o curso de direito em uma instituição privada no começo do ano, mas dado o alto custo da graduação ela teve que trancá-lo. O Prouni é a solução para que ela conclua o ensino superior. A jovem tentou o Prouni no primeiro semestre, mas não conseguiu completar a inscrição por um erro no sistema do MEC.

“É muito importante o Prouni para mim e estou com muitas expectativas. Eu preciso dele para fazer a faculdade, é o que eu sempre quis”, afirma.

Segundo a coordenadora do Fies na Uniderp-Anhanguera, Hilda Daniela Borges, grande parte dos estudantes estão procurando o plantão tira-dúvidas com dificuldades em acessar o link de confirmação da inscrição, que é enviado por e-mail. "Muitas vezes ele cai na caixa de spam ou até na lixeira e os candidatos não encontram", explica.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions