A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Abril de 2018

19/12/2017 11:03

Ministério Público vai pagar auxílio-transporte de R$ 968 a R$ 2 mil

Os pagamentos serão retroativos a 10 de maio de 2017, quando foi publicada a lei alterando a legislação de 2011

Aline dos Santos
MP/MS regulamentou ajuda de custos para despesas com transportes. (Foto: Paulo Francis)MP/MS regulamentou ajuda de custos para despesas com transportes. (Foto: Paulo Francis)

Mais um auxílio entra no rol de pagamentos do MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). Publicada nesta terça-feira (dia 19), a Resolução 33/2017 regulamenta o auxílio-transporte para membros, servidores ativos e de outros órgãos que estejam à disposição do Ministério Público. O valor varia de R$ 968 a R$ 2.132.

Conforme o documento, o pagamento da ajuda de custa para despesas com transporte é prevista na Lei Estadual 4.134/2011, que ganhou nova redação em maio deste ano. Antes da mudança, poderia ser concedida aos servidores ativos a ajuda para custeio de transporte, em determinadas situações de exercício.

Com a alteração aprovada neste ano, a ajuda de custo para despesa com transporte poderá ser paga aos servidores efetivos em atividade na instituição, “podendo ser estendida aos membros do Ministério Público por ato do Procurador-Geral de Justiça”.

O Ministério Público regulamentou que o auxílio será destinado a custeio de despesas de locomoção de todos os servidores ativos, desde que se encontrem no efetivo exercício das atividades do cargo.

Os servidores de outros órgãos e entidades à disposição do Ministério Público também farão jus ao
benefício, desde que apresentem declaração emitida pelo órgão de origem certificando que não recebem benefício similar. O valor do auxílio-transporte para os servidores é de R$ 968.

O procurador-geral de Justiça, Paulo Cezar dos Passos, estendeu o pagamento do auxílio-transporte aos membros do Ministério Público, estipulado no importe de 7% do valor do subsídio. Considerando as tabelas remuneratórias, disponíveis no Portal da Transparência, o auxílio pode chegar a R$ 2.132, no caso de procurador com subsídio de R$ 30.471,11.

Os pagamentos serão retroativos a 10 de maio de 2017, quando foi publicada a lei alterando a legislação de 2011.

De acordo com o Ministério Público, o auxílio-transporte, concedido em pecúnia, tem caráter indenizatório e não se incorpora ao vencimento, remuneração, proventos ou pensão, não integra a base de cálculo para concessão de qualquer outra vantagem pecuniária e não configura rendimento tributável.

O auxílio não será pago em casos como falta injustificada, licenças, férias e se houver uso de veículo oficial para deslocamento ao trabalho. O depósito será em conta corrente até o dia primeiro do mês.

Temer sanciona lei que eleva pena para roubo com uso de explosivos
O presidente Michel Temer sancionou (23) lei que aumenta a pena para modalidades de roubo e furtos com o uso de explosivos. A lei também prevê que os...
Decreto deve ajustar reforma trabalhista, após MP perder validade
O governo deve editar nos próximos dias um decreto para ajustar pontos polêmicos da reforma trabalhista. Esses trechos já haviam sido alterados pela ...


Viva ao nosso BRASIL!!! Que fase... de onde vem tanta grana???
e para nossa saúde para o povo falta muito.
 
Clebe PL em 19/12/2017 11:41:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions