A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Julho de 2018

13/07/2009 19:59

Ministro discutirá questão indígena amanhã em Dourados

Redação

Amanhã, o ministro-chefe do gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, general de Exército Jorge Armando Félix, discutirá as questões indígenas o Estado. Segundo ele, o objetivo do encontro é ouvir e tomar conhecimento, "in loco", dos problemas relacionados às reivindicações indígenas na região.

A visita do ministro em Dourados estava agendada para o dia 30 de junho, mas devido ao mau tempo acabou sendo adiada. No último dia 29, o general Félix reuniu-se na Capital com representantes do governo do Estado e líderes do setor rural de MS, com o intuito de discutir a questão.

Na Assembleia Legislativa, ele conversou com o deputado Jerson Domingos (PMDB), demais deputados estaduais e o comandante do CMO (Comando Militar do Oeste), general Renato Joaquim Ferrarezi, para tratar do processo de demarcação das terras indígenas no Estado.

No ano passado o governo editou portarias estabelecendo a realização de estudos antropológicos para atestar se as terras analisadas seriam indígenas. A medida desagradou os produtores, já que o governo reconhece apenas a indenização de benfeitorias realizadas nas propriedades - e não a terra nua.

Segundo a Funai, as vistorias em Mato Grosso do Sul devem começar no próximo dia 20. Os técnicos farão análises em pelo menos 26 municípios.

O Ministério da justiça garantiu indenização pela terra nua e eventuais benfeitorias nas propriedades. O pagamento seria através de leilão ou convênio com o Estado para repasse do dinheiro.

A reunião entre o ministro, líderes indígenas e representantes da Funai/MS (Fundação Nacional do Índio de Mato Grosso do Sul) acontecerá no comando da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions