A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/07/2009 19:59

Ministro discutirá questão indígena amanhã em Dourados

Redação

Amanhã, o ministro-chefe do gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, general de Exército Jorge Armando Félix, discutirá as questões indígenas o Estado. Segundo ele, o objetivo do encontro é ouvir e tomar conhecimento, "in loco", dos problemas relacionados às reivindicações indígenas na região.

A visita do ministro em Dourados estava agendada para o dia 30 de junho, mas devido ao mau tempo acabou sendo adiada. No último dia 29, o general Félix reuniu-se na Capital com representantes do governo do Estado e líderes do setor rural de MS, com o intuito de discutir a questão.

Na Assembleia Legislativa, ele conversou com o deputado Jerson Domingos (PMDB), demais deputados estaduais e o comandante do CMO (Comando Militar do Oeste), general Renato Joaquim Ferrarezi, para tratar do processo de demarcação das terras indígenas no Estado.

No ano passado o governo editou portarias estabelecendo a realização de estudos antropológicos para atestar se as terras analisadas seriam indígenas. A medida desagradou os produtores, já que o governo reconhece apenas a indenização de benfeitorias realizadas nas propriedades - e não a terra nua.

Segundo a Funai, as vistorias em Mato Grosso do Sul devem começar no próximo dia 20. Os técnicos farão análises em pelo menos 26 municípios.

O Ministério da justiça garantiu indenização pela terra nua e eventuais benfeitorias nas propriedades. O pagamento seria através de leilão ou convênio com o Estado para repasse do dinheiro.

A reunião entre o ministro, líderes indígenas e representantes da Funai/MS (Fundação Nacional do Índio de Mato Grosso do Sul) acontecerá no comando da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions