A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

21/01/2011 08:19

Morre aos 76 anos Rui Garcia Dias, ex-presidente do TJ

Marta Ferreira

Faleceu nesta madrugada, aos 76 anos, o desembargador aposentado Rui Garcia Dias, ex-presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Com pesar, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul comunica o falecimento, nesta madrugada, do desembargador aposentado Rui Garcia Dias. O magis

Em razão do falecimento, não haverá expediente na Secretaria do Tribunal de Justiça e no Fórum da Capital nesta sexta feira. O sepultamento será às 16 horas, no cemitério Jardim das Paineiras, em Campo Grande.

Rui Garcia Dias foi nomeado desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul em 1979 e aposentou-se em janeiro de 2006.

Foi presidente do Tribunal de Justiça no biênio 1985/86 e eleito Corregedor-Geral de Justiça em 1979. Foi Vice-Presidente e Corregedor Regional Eleitoral do TRE/MS no biênio 1983-1984.

Nascido em Três Lagoas, formou-se em Direito no ano de 1958, pela Faculdade Nacional de Direito da Universidade do Brasil (RJ), e ingressou na magistratura em 1967, na Comarca de Aparecida do Taboado.



Infeliz comentário sr. Matusalém Sotolani, creio que se fosse seu pai, talvez seu filho o sr. não teria a insensibilidade de achar exagero suspender o expediente para velar o corpo em pleno saguao do TJ, o sr. não foi lá. Eu fui, e creio que se o sr. tivesse visto o que vi não teria achado que o judiciário deveria arranjar outra forma de homenagear o 4º desembargador k este estado teve, quem viveu pela justiça e que adoeceu quando se aposentou.
 
Otto Baungtner em 22/01/2011 07:31:25
Nos sentimos incapazes de encontrar palavras de consolo para a dor de todos os familiares e amigos, mas desejamos expressar nosso profundo pesar pela passagem do inigualável Desembargador Rui Garcia.
Estamos rezando por ele. Recebam nossas condolências.
Marilu Mariano e Família (Três Lagoas-MS)
 
Marilu Coelho De Carvalho Mariano em 21/01/2011 09:26:57
Homem que prestou relevantes serviços para MS e ficamos consternados com seu passamento, no entanto, acho exagerado deixar a população sem atendimento em razão do faleciemnto. Penso que o judiciário deva arranjar outra forma de pretsar homenagens e ao mesmo tempo manter o atendiemnto a população. E as audiências importantíssimas que teriam hoje?? Pra quando serão remarcadas???
 
Matusalém Sotolani em 21/01/2011 08:36:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions