A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

03/03/2009 13:56

Morre rapaz baleado, suspeito é procurador de Justiça

Redação

Baleado na manhã dessa terça-feira, Cláudio Zeolla, 23 anos, morreu às 11h45 na Santa Casa de Campo Grande. Ele foi atingido na nuca quando seguia para a academia de ginástica, na Rua Bahia.

O tio dele, o procurador de Justiça, Carlos Alberto Zeolla, é suspeito de envolvimento no crime. De acordo com o apurado pelo Campo Grande News , o procurador é apontado com uma das pessoas que estava no carro de onde partiu o disparo, ao lado de um adolescente de 17 anos.

Não há informações detalhadas sobre quem efetuou o disparo. O veículo em que os dois envolvidos no assassinato estavam era um Fiesta dourado, o mesmo modelo apreendido na manhã de hoje com o procurador e licenciado em nome de Carlos Alberto.

O motivo do crime seria passional, mas a Polícia não deu maiores detalhes sobre essa linha de investigação. Também foi levantada a possibilidade de se tratar de uma briga familiar, envolvendo o pai do procurador, mas nenhuma versão tem elementos esclarecidos.

O MPE (Ministério Público Estadual) designou um representante para acompanhar o caso.

O Campo Grande News apurou também que foram feitos exames residuográficos na mão do procurador e de mais duas pessoas. Uma delas seria o adolescente que estava no carro com Carlos Alberto. O exame verifica resíduos de pólvora nas mãos.

O assassinato ocorreu no início da manhã. Cláudio ia de bicicleta para a academina, depois de sair da casa da namorada que mora na rua Abrão Julio Rahe.

A família Zeolla não comenta o caso, mas na residência do procurador, no bairro Monte Carlo, um rapaz que diz ser sobrinho dele informa que Carlos Alberto é separado.

O procurador chegou por volta das 11 horas na 1ª Delegacia de Polícia e até o início da noite não havia sido liberado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions