A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

24/08/2013 13:00

Morte de 5 integrantes de quadrilha "encoraja" moradores a fazer novas denúncias

Graziela Rezende

A morte de cinco integrantes de uma quadrilha que cometeu, de forma violenta, vários roubos na região Sul do Estado, no último mês, “encorajou” muitos moradores a fazer denúncias para a Polícia. Segundo a assessoria de comunicação do DOF (Departamento de Operações da Fronteira), desde o confronto, os policiais fazem a checagem de quais informações são verdadeiras e podem ter ligação com o bando.

“A morte dos bandidos trouxe várias denúncias e agora estamos checando se há mais gente envolvida. Estamos formalizando as informações, principalmente porque alguns furtos continuam ocorrendo na região e precisamos saber se seriam pessoas envolvidas nesta quadrilha”, afirma a comunicação.

Ao mesmo tempo, a inteligência do órgão tenta averiguar as pessoas que repassaram "informações privilegiadas das vítimas" e até a possível participação de policiais corruptos no esquema. Dessa maneira, o bando sabia ao certo, por exemplo, em qual fazenda estariam os veículos "encomendados" para roubar e ainda facilidade para atravessar a fronteira.

Confronto - Há três dias, cinco integrantes de uma quadrilha que possui ligação com uma facção criminosa, foram mortos em confronto com a polícia. Além deles, acredita-se que mais 20 criminosos e receptadores de veículos roubados estejam envolvidos.

Dos mortos, o chefe do DOF (Departamento de Operações da Fronteira), coronel Edilson Duarte, diz que todos eram “soldados” do PCC (Primeiro Comando da Capital). Ele ainda ressaltou que o bando estava fortemente armado com pistolas de uso restrito do Exército.

Foragidos - Já na primeira semana do mês, uma quadrilha aterrorizou a município de Eldorado, a 447 quilômetros da Capital. A suspeita é de que cinco pessoas estejam envolvidas na sequência de crimes, marcados pela violência. Os autores teriam entre 19 e 23 anos e o mandante, seria um homem de 40 anos, o mais agressivo e suposto líder da quadrilha.

Eles são acusados de roubar um casal, trocar tiros com a Polícia, agredir um Guarda Municipal, roubar um vereador e fugirem após sequestrar o funcionário de uma fazenda e um caminhoneiro, tudo em dois dias.

Quadrilhas que aterrorizam MS podem ter contado com "ajuda" de policiais
Com ao menos três quadrilhas em ação, que estão aterrorizando os moradores da região sul do Estado desde junho deste ano, a Polícia faz uma operação ...
Quadrilha que roubou 3 caminhonetes não chegou ao Paraguai, diz Polícia
A Polícia acredita que a quadrilha que roubou três veículos e rendeu dez pessoas, na manhã dessa sexta-feira (16), em Nova Alvorada do Sul, não conse...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions