A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

27/04/2015 15:31

Morte de família em acidente comove cidade e velório será em igreja

Michel Faustino
Casal e os dois filhos morreram vítimas do acidente. (Foto: Reprodução/Facebook)Casal e os dois filhos morreram vítimas do acidente. (Foto: Reprodução/Facebook)

O velório do advogado Cleiton Andres, de 33 anos, da esposa Juliane Souza, 34, e dos dois filhos, vítimas de um grave acidente ocorrido ontem (26) na BR-163, deve acontecer no início da noite de hoje (27) na Igreja Católica Nossa Senhora Auxiliadora, em Rio Verde, a 207 quilômetros da Capital. Os corpos já foram liberados e devem chegar ao município por volta das 17h.

A família era muito conhecida em Rio Verde de Mato Grosso e a tragédia provocou muita comoção. Cleiton era advogado e procurador do município, irmão da vereadora Cleysi Mayra e filho de um conhecido empresário da região, o 'Didi do 7 Quedas', proprietário do balneário 7 Quedas do Didi".

Ele estava casado desde 2007 com Juliana Souza, que era coordenadora de Turismo de Rio Verde e também de família tradicional do município. Os dois filhos eram Heloísa, de 3 anos, e Heitor, de 6 anos, recém-completados seis dias atrás.

Luto - O prefeito de Rio Verde de Mato Grosso, Mario Alberto Kruger, decretou luto de três dias a contar desta segunda-feira (27) em virtude da tragédia..

Ao Campo Grande News, o prefeito disse que "Rio Verde está abalada", pois a família era muito conhecida em toda a cidade. "Era um casal muito novo e querido por todos. O Cleiton era advogado bem-sucedido e Procurador da Prefeitura de Rio Verde, enquanto a Juliana era a coordenadora de Turismo", lamentou.

"O luto vai até quarta-feira e amanhã será dia de portas cerradas em Rio Verde e de culto ecumênico na Igreja Matriz", disse.

Tragédia - Cinco pessoas morreram em acidente na tarde deste domingo no km 514 da BR 163, entre Jaraguari e Campo Grande. 

O acidente ocorreu por das 16h30 e envolveu um veículo Lifan-X60,  onde estavam Cleiton Andres, sua esposa Juliane Souza e seus dois filhosque transportava um casal e duas crianças, que tinham como destino a cidade de Rio Verde, MS.

No veículo VW Voyage, que ia sentido capital, estava um homem que também acabou morrendo no local após a colisão frontal entre os dois veículos.

De acordo com o caminhoneiro José Altair Souza, de 42 anos, os carros se chocaram no centro da rodovia e o Lifan rodopiou na pista e pegou fogo. A família que estava no veículo morreu carbonizada. “O socorro foi imediato, mas não houve o que ser feito”.

De acordo com o inspetor da PRF, Paulo Lissaraça, há a suspeita que a causa do acidente tenha sido uma ultrapassagem indevida.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions