ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  22    CAMPO GRANDE 17º

Cidades

Morte de professora será investigada em sigilo

Por Redação | 22/08/2009 14:42

A morte da professora Gicela Maria Vangissel Muller, assassinada em Sanga Puitã, município paraguaio na fronteira com Mato Grosso do Sul, será investigada sob segredo de Justiça.

O motivo do sigilo seriam informações divulgadas pela imprensa de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, no Paraguai, que estariam prejudicando os trabalhos. A decisão foi tomada por autoridades policiais e judiciárias envolvidas na investigação.

As circunstâncias que envolveram a morte da professora chocaram a sociedade das duas cidades. O corpo da mulher foi encontrado no dia 13 deste mês, com sinais de estrangulamento e de tiros.

Seu carro foi localizado no centro de Pedro Juan, na divisa com Ponta Porã, a 348 quilômetros de Campo Grande.

A suspeita da Polícia é que ela tenha sido torturada para informar as senhas dos cartões do banco aos bandidos.

A professora era casada com o engenheiro agrônomo Eloy Brusamarelo, e ministrava aulas na Escola Estadual Joaquim Murtinho, no município. (Com informações do site Conesul News)