A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

14/09/2018 10:56

Mortes por gripe em MS são 366% maiores em relação ao ano passado

O 28º óbito foi provocado pelo vírus H3N2/sazonal, segundo a Secretaria de Saúde

Danielle Valentim
Vacinação é a principal forma de prevenção. (Foto: Reprodução/Internet)Vacinação é a principal forma de prevenção. (Foto: Reprodução/Internet)

Boletim epidemiológico semanal da SES (Secretária Estadual de Saúde) divulgado na quarta-feira (12) apontou que de 34 amostras de sangue colhidas nos últimos 6 dias, apenas uma se confirmou para Infuenza A não subtipado. De janeiro até agora, 28 pessoas morreram em decorrência de algum vírus da doença.

O último óbito registrado ocorreu em Sidrolândia, a 71 km de Campo Grande. Da primeira até a 36ª semana de 2018, de 5 a 12 de setembro, o Lacen (Laboratório Central) colheu 1754 amostras, com 273 casos confirmados, para algum tipo de vírus.

O número continua 366% maior, que o mesmo período do ano passado, quando 6 óbitos foram registrados.

Morte confirmada - Até o 34º boletim, 27 mortes estavam confirmadas e uma estava sob investigação. No entanto, exames comprovaram que o 28º óbito foi motivado pelo vírus H3N2/sazonal.

Confira tabela de óbitos:

 

(Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions